60 são presos durante a operação “Fogueira” deflagrada em toda Manaus

A Polícia Civil do Amazonas divulgou na manhã desta sexta-feira (15/06), durante coletiva de imprensa realizada às 11h30, no prédio da Delegacia Geral, o balanço da operação “Fogueira”, deflagrada na última terça-feira (12/06) e concluída nesta manhã, em todas as zonas da capital, simultaneamente. Ao todo, 60 pessoas foram presas por envolvimento em crimes distintos, como, homicídio, tráfico de drogas e roubo. Treze adolescentes foram apreendidos ao longo dos trabalhos.

A coletiva de imprensa contou com as presenças do secretário de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel da Polícia Militar do Amazonas Anézio Paiva, além do delegado-geral da Polícia Civil do Estado, Mariolino Brito, e diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM) da instituição, delegado Geraldo Eloi.

No total, desde a última terça-feira até hoje, foram cumpridos 73 mandados de prisão, sendo 22 por roubo, 16 por tráfico de drogas, 13 por homicídio, quatro por estupro de vulnerável e 18 por outros crimes. Dos 60 presos, dez são mulheres. Os treze adolescentes apreendidos estavam sendo procurados por envolvimento em homicídio, latrocínio tentado e estupro de vulnerável.

Segundo Anézio Paiva, uma força tarefa montada pela Polícia Civil, sob o comando do delegado-geral, reuniu dez equipes para atuar, exclusivamente, na elucidação de casos de homicídios que estão acontecendo em Manaus. “A Secretaria de Segurança Pública, atuando de forma integrada, por meio das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) e o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), está desencadeando várias operações a exemplo da ‘Cavalo de Aço’, que vai abranger todas as zonas de Manaus a partir de hoje, fazendo barreiras fixas e abordagens a condutores de veículos, principalmente em linhas consideradas críticas”, pontuou o secretário da SSP-AM.

Mariolino Brito ressaltou o trabalho das equipes durante a operação. “Realizamos o cumprimento desses mandados de prisão para tirarmos de circulação, homicidas, menores infratores, autores de roubos e furtos e pessoas envolvidas com o tráfico de drogas. Estamos atuando, especialmente, em casos de homicídios que estão acontecendo na cidade. Elucidamos nos últimos dias casos de grande repercussão na capital. Estamos engajados em dar uma resposta rápida à sociedade sobre esses crimes”, declarou.

Geraldo Eloi informou que, com isso, a Polícia Civil está retirando das ruas pessoas potencialmente lesivas à sociedade, com potencial criminoso. “Deflagramos essa operação para trazer tranquilidade para a nossa capital. Além da Polícia Civil, todo o Sistema de Segurança Pública tem atuado incansavelmente com o objetivo de reduzir o índice da criminalidade no Estado”, argumentou o diretor do DPM.

Efetivo – Participaram da operação policiais civis lotados nos 30 Distritos Integrados de Polícia (DIPs) da capital. Servidores de quatro delegacias especializadas reforçaram os trabalhos: Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP), Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) e Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Após os procedimentos legais, 50 presos serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro 8 da rodovia Br-174 (Manaus – Boa Vista). As dez mulheres serão levadas ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), na mesma área da BR. Já os treze adolescentes serão encaminhados para distintas unidades socioeducativas na capital.

FOTO: ERLON RODRIGUES/PC-AM