A oportunidade de estreitar laços com o seu cliente

Reunir preço baixo, boas opções de entretenimento e conforto aos clientes já é a marca registrada dos inúmeros shoppings centers no formato Outlets que surgiram no Brasil nos últimos anos. Na contramão da crise vivida pelo comércio, o faturamento do setor de outlets cresceu 28% de 2016 para 2017 com faturamento de R$3,2 bi. A previsão é que até 2019 outros 12 sejam inaugurados.

Mas porque tanto sucesso envolvendo esses empreendimentos? A resposta é simples: o ambiente econômico de crise aliado ao período pré-eleitoral faz pairar a incerteza sobre o setor financeiro na vida dos brasileiros e leva o consumidor atrás de alternativas mais baratas de consumo, que neste caso, não precisam abrir mão de certas comodidades. “O exemplo dos Outlets é um muito forte a ser analisado. No mercado atual, as liquidações se transformaram em grandes chamarizes, pois é certo que trazer o consumidor para dentro da loja está cada vez mais desafiador. No varejo tradicional as empresas devem usar as promoções e liquidações de maneira inteligente”, explica o especialista em relacionamentos e Mentor em Networking Roque Gonçalves.

Proporcionar o melhor preço, a qualidade de um produto e ainda a distração da criançada deve ser uma preocupação do pequeno varejista também, segundo o especialista, a exemplo do que se faz nos Outlets. “Quando falo em promoção de maneira inteligente não se deve pensar na venda em volume para eliminar estoque, mas sim no relacionamento a ser criado. É oportunidade para estreitar este contato, trazer antigos clientes e principalmente, na venda e no pós venda, fidelizar sua marca”, ressalta.

O especialista explica que as liquidações podem ser grandes aliadas para despertar não somente a chegada do consumidor ao comércio, como aquecer a concorrência, que é essencial para o desenvolvimento dos empreendimentos. “Nesta semana percebi um grande efeito cascata no mercado de calçados em São Roque. Após uma loja entrar em promoção, todas as outras baixaram os preços. Com certeza o consumidor fica curioso, com mais vontade de entrar nas lojas, pesquisar, e no fim, vai pra casa com a sensação de que saiu ganhando (e saiu mesmo)”.

Para não perder essas oportunidades de venda que surgem com as épocas de liquidação, tenha a equipe motivada e preparada para “fisgar” o cliente com uma venda que aparentemente não renderá muitos lucros. “Estipule metas, aumente as comissões, ofereça motivação. Os colaboradores são parte fundamental nesse tipo de estratégia de vendas e se ele está feliz, o cliente fica satisfeito e o sucesso é consequência”.

Gonçalves reforça ainda que as promoções podem ser rapidamente divulgadas pelos meios digitais. Então arregace as mangas e programe uma boa promoção para os próximos dias. “Não se esqueça de chamar as pessoas para dentro de sua loja anunciando uma oferta bacana no meio do dia pelas redes sociais. Prepare o ambiente, ofereça um suco, um brinquedo para as crianças, uma música agradável. Torne essa venda uma experiência boa e terá muitas outras garantidas”.

Roque Gonçalves é palestrante e treinador, especialista em Networking. Formado em Liderança, Inteligência Interpessoal e Comunicação Eficaz pelo Grupo Master Mind; Professional Coaching Practitioner pela Abracoaching, possui experiência de mais de 5 anos em Network Marketing, ministrando treinamentos e palestras motivacionais para o mais diversos grupos de pessoas.