Alessandra Campêlo aprova cinco requerimentos

Amazonas Notícias
Amazonas Notícias

Fazendo uma oposição propositiva, a deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB) conseguiu aprovar cinco requerimentos de largo alcance social e político durante a sessão desta sexta-feira, 27 de março, no plenário Ruy Araújo da Assembleia Legislativa do Amazonas.

O principal foi o pedido de informações da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel) sobre as razões que levaram à paralisação dos programas Galera Nota 10 e Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA), e dos projetos Vidativa, Jovem Cidadão e Bom de Bola. Centenas de trabalhadores e usuários dos programas e projetos reclamam que as atividades dos mesmos estão paralisadas.

FALTA DE AMBULÂNCIA NOS ESTÁDIOS
Alessandra também aprovou em votação no plenário um pedido de informações à Federação Amazonense de Futebol (FAF) sobre a falta de ambulância durante os jogos do Campeonato Estadual. No dia 15 de março, no estádio Carlos Zamith, o goleiro Douglas, do Nacional Borbense, correu risco de morrer à beira do campo por falta de atendimento médico.

SAÚDE & ECONOMIA
O plenário da Assembleia também aprovou os requerimentos de Alessandra Campêlo que pedem informações sobre o projeto “Ame a Vida”, executado pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), a paralisação das obras na Unidade Básica de Saúde do porto da balsa da Ceasa (Susam), e sobre a queda do número de empresas no Polo Industrial de Manaus (Suframa).

Compartilhe