Alimentação saudável é tema de oficina com alunos de escola de Manaus

21.08.18 Alimentação saudável é tema de oficina com alunos do 6° ao 9° ano de escola municipal. Fotos: Cleomir Santos.

Alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, da Escola Municipal Fábio Lucena, na zona Oeste, participaram, nesta segunda e terça-feira, 20 e 21/8, da oficina “Direito à Alimentação Saudável e Nutricional”. A programação da Prefeitura de Manaus foi coordenada pelas secretarias municipais de Educação (Semed) e Saúde (Semsa), por meio do Programa Saúde na Escola (PSE).

Ministradas pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), dentro da Plataforma dos Centros Urbanos (PCU), as oficinas tiveram a temática, que constitui um eixo estratégico da Política Nacional de Promoção da Saúde e uma das diretrizes da Política Nacional de Alimentação e Nutrição, e esta pautada na Política Nacional de Segurança Alimentar, bem como na concretização do direito humano universal à alimentação e nutrição adequadas.

O assessor pedagógico de Educação Física da Semed, Zacarias Lopes, um dos membros do PSE, destacou que a Semed já realiza um trabalho há seis anos com Índice de Massa Corporal (IMC) dos estudantes. Para ele, é importante identificar as crianças que estão acima ou abaixo do peso, dentro outros problemas. “A Semed já realiza um trabalho há seis anos com Índice de Massa Corporal (IMC) dos estudantes. Para ele, é importante identificar as crianças que estão acima ou abaixo do peso”

Dentro do conteúdo da oficina, os alunos puderam aprender sobre alguns temas como conhecer hábitos alimentares; refletir sobre questões relativas à comensalidade, regionalidade, habilidades culinárias, publicidade, oferta, custo, tempo e informação (obstáculos trabalhados no Guia Alimentar para a população brasileira), entre outras atividades.

A coordenadora municipal do PSE da Semsa, Giane Duarte de Sena, enfatizou que a realização da oficina para os alunos da escola é importante para o aprendizado sobre a temática e até para que se transformem em agentes multiplicadores das informações obtidas. “A escola tem um papel fundamental dentro dessa temática, porque é a abordagem pedagógica, são os adolescentes aprendendo com outros adolescentes, os professores trabalhando essa questão tão importante de saúde pública. A Unicef entra com uma grande parceira para realização dessas oficinas”

A oficial de adolescentes da Unicef em Manaus, Joana Fontoura, informou que, por meio da parceria, levou a equipe de palestrantes para ministrar a temática com os alunos e que foi ressaltado sobre a alimentação saudável. “Nós investigamos vários indicadores, sendo um deles o aumento da obesidade entre crianças e adolescentes. Os alunos são protagonistas dessa ação, mobilizando outros adolescentes, mas também envolvendo seus pais, diretores e professores”

O aluno do 9ª ano vespertino, Ítalo Henrique Campos Monteiro, de 15 anos, participou das oficinas, mas confessou que se alimentava de forma inadequada. Para ele, agora tudo será diferente, pois todo aprendizado vai passar para outras pessoas. “A oficina me ajudou muito, porque a minha alimentação não era totalmente saudável. Agora isso vai mudar, pois temos que ter equilíbrio sobre o que devemos comer ou não. Vou compartilhar as aulas que tive na oficina com meus amigos e familiares”