Amamentação correta previne doenças aos bebês

Denúncias de constransgimentos à amamentação resultaram na aprovação de lei municipal em São Paulo (Wilson Dias/Agência Brasil)Wilson Dias/Agência Brasil
Denúncias de constransgimentos à amamentação resultaram na aprovação de lei municipal em São Paulo (Wilson Dias/Agência Brasil)Wilson Dias/Agência Brasil

O mês de agosto é marcado por uma campanha muito importante. Chamado de Agosto Dourado, o mês é marcado pelo incentivo a realização de atividades alusivas a importância da amamentação. O aleitamento materno faz parte da vida de todo o cidadão e ele é de suma importância para uma criança. O leite materno contribui para prevenção de diversas doenças, na infância e na vida adulta. A cabeleireira Keila Aparecida, moradora do Distrito Federal, é mãe de três filhos, Davi, Ester e Levi. Ela conta que sempre teve a vontade de amamentar, mesmo antes de ser mãe. Keila admite que alimentar uma criança no peito não é tarefa fácil, mas é uma função muito prazerosa. Ela nos conta um pouco mais sobre a sua experiência com a amamentação. “Muito importante. Saúde. O leite tem todos os benefícios, todos os complementos, tem vitaminas, é bem complemento. É o alimento mais completo que tem para o bebê. Eu tive dificuldades no início, mas não pensei em desistir nunca. Aí, depois que passam as dificuldades, é só coisa boa, só maravilha.”

Existem locais que auxiliam mães com necessidade de informação, que precisam de ajuda para saber como amamentar corretamente o filho, além das que precisam de doações de leite humano para seus filhos que estão internados em Unidades Neonatais, esses são chamados os Bancos de Leite Humano, espalhados por todo o país. Além de ter um benefício enorme para o bebê, ele também ajuda a construir desde cedo um vínculo familiar forte por conta deste tipo de intimidade entre mãe e filho. O Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, diz que estudos comprovam que o leite humano traz ajuda significativa para o desenvolvimento da criança que o consome.

“Todos os estudos, todas as informações comprovam que a amamentação salva, evita a mortalidade infantil, ela fortalece a criança. O leite materno, traz ajudas significativas para o desenvolvimento da criança.”

Participe desta campanha você também. A amamentação deve ser até os dois anos de vida ou mais, mas deve exclusiva até os seis meses de vida de uma criança. Se você não está conseguindo amamentar corretamente o seu bebê, busque auxílio no Banco de Leite Humano ou Serviço de Saúde mais próximo e lembre-se de que a amamentação é a base da vida.

#EuAmamento