Amazonas – Entenda a importância da vacina contra o sarampo

O estado do Amazonas registrou um surto de sarampo, que até o dia 20 de junho, contabilizava 263 casos confirmados. Mais de mil e trezentos casos ainda permanecem em investigação, sendo que cerca de 80% das notificações se concentra em Manaus. Devido ao cenário, Manaus antecipou a campanha contra o sarampo, prevista para agosto, para 14 e 27 de abril deste ano. O objetivo da vacinação foi alcançar crianças de seis meses a cinco anos de idade, além de continuar durante todo o ano na rotina das unidades de saúde. Mais de 155 mil crianças foram vacinadas, o que representa 81% do público-alvo. Apesar disso, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Osnei Okumoto, alerta sobre a importância de continuar vacinando as crianças.

“Temos solicitado ultimamente que os pais se dirijam aos postos de vacinação e levem essas crianças de 6 meses até 5 anos para vacinar. Os locais, que no caso de uma de Manaus, estão localizados na região norte e na região Leste são os que necessitam neste momento e uma maior atenção nessa vacinação porque são onde o vírus está circulando o a maior frequência”.

Desde fevereiro, equipes técnicas são mantidas no Amazonas para acompanhar as ações e prestar orientação no enfrentamento da situação, além de realizar treinamentos específicos sobre o sarampo para profissionais de saúde da região. O sarampo é uma doença infecciosa e extremamente contagiosa, que é transmitida da pessoa doente ao tossir, espirrar, falar ou respirar. A melhor forma de evitar o sarampo é a vacinação, já que não existe um tratamento específico contra a doença.

Reportagem, Janary Damacena