Amazonense sub-19 teve Fast vencendo Holanda na final

Com vitória por 2 a 0 sobre o Holanda, o Fast conquistou mais um título na história do clube e é o grande vencedor do Campeonato Amazonense Sub-19 deste ano. A partida aconteceu na noite desta quarta-feira (15/08), no Estádio da Colina, localizado no bairro São Raimundo, zona oeste de Manaus. Além de vencer a competição, o Rolo Compressor garantiu vaga para representar o Amazonas na Copa São Paulo de Futebol Júnior, que acontece em janeiro de 2019. O evento contou com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A partida começou com o Fast e Holanda jogando por igual, sem muitas chances para ambos os lados. A decisão mesmo foi no segundo tempo. Vencedor da primeira partida, que aconteceu no último domingo (12/08), por 1×0, o Fast sofreu pouca pressão do adversário, que segurou o placar até os 16 minutos do segundo tempo.

Na jogada, Lucas avançou pela direita, chutou para o gol e no bate-rebate, a bola sobrou para Klisney, o Manicoré, que não perdeu a oportunidade e abriu o placar. Com assistência indireta para o primeiro gol, Lucas também quis deixar sua marca e, nove minutos depois, aumentou o placar e sacramentou a vitória do Rolo Compressor em 2 a 0, somando, nos dois jogos, 3 a 0 para o Fast.

Para o técnico do time, Darlan Barroso, a equipe começou errando muitos passes, mas consertou as jogadas e mereceu o título. “Foi um jogo difícil. Nosso time estava muito nervoso, errando passes, então esperamos o intervalo, corrigimos os erros e entramos no segundo tempo trabalhando mais o toque de bola. Tivemos mais posse e fizemos esses dois, mas merecíamos fazer mais. Temos um time muito bom e preparado, estão todos de parabéns”, afirmou.

Gratidão – Para Klisney, recém-chegado no elenco, gratidão é o sentimento que o define, por toda a credibilidade que a equipe lhe deu. “Eu viajei mais de 48 horas, de Manicoré a Manaus, em busca do meu sonho. Chegar aqui e, pela primeira vez, já me sagrar campeão, é algo que eu só tenho a agradecer. Primeiramente a Deus, ao meu professor, que acreditou em mim afinal, eu estava lesionado e não joguei as semifinais e nem o primeiro jogo da final, mas ele me deu essa força e eu fiz o que pude. Estou muito feliz de poder ajudar a minha equipe nesta conquista”, destacou.

Destaque – Autor do gol no jogo de ida da final da competição e do segundo gol no jogo de volta, Lucas acredita que está sendo abençoado e espera ser o craque do campeonato. ”Essa foi uma partida muito especial, estou feliz de poder ajudar a minha equipe com um gol e uma assistência. Fiz o gol da partida de domingo (12/08) e graças a Deus, estou sendo iluminado neste campeonato. Espero ser o craque da competição. Agora, eu entrego tudo nas mãos de Deus, vou voltar aos treinos e focar nas próximas competições”, disse.

FOTO: MAURO NETO – SEJEL