Áreas de contencioso e recuperação judicial colocam advogado tributarista no foco do mercado

Demandas empresariais e ano eleitoral aquecem mercado na reta final de 2018. Salário anual pode variar de R$70 mil a R$240 mil

Em 2010, eram apenas 15 mil advogados ativos para atender a todas as demandas judiciais de 10,4 milhões de paranaenses. Hoje, são 63 mil advogados para uma população de 12 milhões; o número evidencia a escassez desse profissional no mercado de trabalho: no Paraná, há um advogado para 190 habitantes.

De acordo com o relatório “Guia de Salário 2018”, da consultoria Robert Half divulgado em 2018, apesar do aumento da presença deste profissional em todo o Brasil nos últimos anos – são mais de 1 milhão ativos –, o mercado ainda está em busca de advogados, principalmente os especializados em Direito Tributário.

Com o aumento do número de pedidos de recuperação judicial de empresas no 1º semestre de 2018, depois da redução observada em igual período em 2017, de acordo com dados da Serasa Experian, escritórios de advocacia e empresas voltam o olhar para este perfil profissional. Para o coordenador do curso de Direito do Centro Universitário Internacional Uninter, Jailson Araújo, é interessante que as instituições de ensino também trabalhem para orientar os futuros profissionais sobre o mercado. “Há um inchaço em áreas tradicionais como Direito Penal, Civil e Trabalhista, por exemplo. E é daí que surgem conversas de que o Direito deixou de ser uma profissão rentável”, explica Araújo.

Na verdade, avalia o coordenador, há uma falta de orientação de carreira ainda no período universitário, que sobrecarrega áreas do Direito que “já estão muito bem representadas”, diferentemente do Direito Desportivo, Militar, Ambiental e Eletrônico. “Nessas, os profissionais são rapidamente absorvidos pelo mercado; quando um escritório ou empresa precisa de alguém especializado nessas áreas simplesmente não encontra”, ressalta. Já no Direito Tributário, conta o coordenador, a dificuldade é encontrar profissionais que aliem conhecimentos de Economia e Contabilidade ao Direito.

Quanto ganha um advogado?

Segundo o relatório “Guia de Salário 2018”, para conseguir aproveitar a onda de oportunidade que a área tributária tem trazido, é importante que os advogados foquem em desenvolver o “senso de dono” aliado a noções de empreendedorismo. “Mas vale dizer que é fundamental que este profissional saiba lidar tanto com o contencioso quanto com o consultivo e preventivo. Além disso, a área empresarial está demandando profissionais que compreendam os mecanismos de funcionamento e regulação de abertura de capital de empresas na bolsa de valores, fusão, aquisição, recuperação judicial, startups e contratos inteligentes”, explica Araújo.

De acordo com levantamento do relatório, um advogado Sênior, da área contencioso tributário em escritório de médio porte, pode ganhar entre R$ 11 mil a R$ 18,3 mil em 2018. Em início de carreira, ainda na mesma área, um advogado Júnior pode ter os provimentos entre R$ 4,2 mil e R$ 6,8 mil em escritório de médio porte. Já na área consultivo tributário, um advogado Pleno pode receber, de acordo com os dados do relatório, entre R$ 6,8 mil a 12,8 mil. “A expectativa salarial é maior do que em outras áreas. Vale a pena seguir carreira”, finaliza Araújo.

Direito na Uninter

Há nove anos formando profissionais gabaritados para atuar nas mais diversas áreas, o curso de Direito do Centro Universitário Internacional Uninter é oferecido na modalidade presencial, com turno manhã e noite e duração de cinco anos. Com conceito 5 pelo MEC, são mais de 360 vagas oferecidas anualmente e é atualmente o único curso da capital paranaense que une o melhor ensino presencial com a mais alta tecnologia em ensino à distância. As aulas são ofertadas de segunda a sexta-feira, orientadas pelas diretrizes de um projeto pedagógico de excelência, que visa proporcionar ao acadêmico ensino, pesquisa e extensão em alto nível.

O corpo docente é composto por 90% de professores mestres, doutores ou pós-doutores, e disponibilizando aos alunos toda a tecnologia de ponta que a Uninter possui em Ensino à Distância, através de um moderno Ambiente Virtual de Aprendizagem, que permite ao aluno acesso a bibliotecas virtuais com o acervo composto por grandes editoras de publicações científicas, como RT, Saraiva, Atlas e Forense. Além disso, os alunos têm a oportunidade de atuar ativamente através do Núcleo de Prática Jurídica, colocando em prática seus conhecimentos teóricos em situações reais e simuladas da vida profissional no ambiente acadêmico.

Sobre o Grupo Uninter

O Grupo UNINTER é o maior centro universitário do país, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Sediado em Curitiba – PR, já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 200 mil alunos ativos nos mais de 200 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Com mais de 700 polos de apoio presencial, estrategicamente localizados em todo o território brasileiro, mantém quatro campi no coração de Curitiba. São 2 mil funcionários trabalhando todos os dias para transformar a educação brasileira em realidade. Para saber mais acesse uninter.com.