Arrecadação para campanhas de presidenciáveis passa de R$ 109 milhões

Dez dos treze candidatos à presidência declararam ao Tribunal Superior Eleitoral suas arrecadações. O valor passa de R$ 109 milhões nos primeiros dias de campanha.

Entre as declarações, a de Geraldo Alckmin tem o maior valor até o momento com mais de R$ 44 milhões declarados. O montante veio do partido tucano para a campanha.

Vera Lúcia, do PSTU, é a com o menor orçamento até o momento com R$ 50 mil.

Os candidatos arrecadam fundos através de doações do partido, autodoação, doações de terceiro e a chamada vaquinha virtual. Neste último quesito, Ciro Gomes do PDT é o que mais recebeu, com mais de R$50 mil nesta categoria.

Para este ano, as regras estabelecidas pelo TSE é de que cada candidato pode gastar até R$ 70 milhões no primeiro turno e outros R$ 35 milhões em caso de segundo turno. Toda doação deve ser declarada até 72 horas após o recebimento para a Justiça Eleitoral.

Reportagem, Raphael Costa