Arthur Virgílio Neto decreta situação de emergência por conta de assaltos a prédios públicos em Manaus

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, nesta sexta-feira (14) estado de emergência na capital, por conta, de acordo com ele, da precariedade da segurança na cidade. Medidas de combate à violência em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), também foram anunciadas. Manaus registrou mais de mil casos de roubos e furtos em unidades públicas durante 2018.

Até o mês passado (agosto), mais de 2 mil ocorrências, entre furtos, roubos, assaltos à mão armada com reféns e vandalismo foram registrados em unidades de saúde, educação, transporte e assistência social geridas pela Prefeitura.

Arthur anunciou ainda que o decreto deve ser publicado no Diário Oficial do Município, na segunda-feira (17).