Atendimento agendado pelo Disk 129 da Defensoria Pública acaba com filas na zona leste de Manaus

No primeiro mês do serviço na unidade do Shopping Cidade Leste, foram realizados 2.382 atendimentos com hora marcada e mais 48 encaminhamentos, totalizando 2.430 pessoas atendidas

Atendimento com dia e horário marcados pelo Disk-129 e realizado com sucesso na unidade da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) que funciona no Shopping Cidade Leste, na rua Autaz-Mirim, bairro Tancredo Neves, zona leste. Essa foi a constatação de Lourivalda Marques, 54, que junto ao ex-marido, Elias Rodrigues de Souza Filho, 74, iniciou um processo para cancelar um dos dois registros de nascimento dele naquele local.

Ao completar um mês de funcionamento, no dia 16 de junho, mais 48 encaminhamentos foram realizados, totalizando 2.430 pessoas atendidas. O atendimento agendado só recebe elogios da população. Elias Rodrigues é cearense radicado em Manaus há tanto tempo que nem lembra a data e nunca havia tido problema com o fato de ter dois registros de nascimento, até que isso foi questionado na hora de uma partilha de bens por conta de herança.

Para resolver, teve que contar com a ajuda da ex-mulher, Lourivalda, pois está viúvo. Pai de 10 filhos do segundo casamento, ele gostou das orientações recebidas na Defensoria e espera resolver sem demora o problema, conseguindo a anulação de uma das certidões. “Foi muito bom o atendimento, fomos bem esclarecidos”, afirmou Elias, que gostou de ter sido atendido no horário marcado.

Pontualidade – Outra que também atendida na unidade no horário previsto foi Maria Helena Pinheiro de Paula, 62, que buscou orientação para dar entrada num inventário de bens na unidade da DPE-AM do Shopping Cidade Leste. “Estava marcado para as 8h45 e nesse horário fui atendida”, afirmou ela, elogiando o trabalho realizado pela DPE, inclusive, indo para a zona de moradia dela.

A implantação do atendimento agendado pelo Disk 129 na unidade da Defensoria foi elogiada por Maria Helena. “Agendei há um mês e fui muito bem atendida, na hora indicada e recebi as informações e orientações que precisava”, disse ela, afirmando que essa pontualidade poderia ser uma rotina em todos os demais órgãos públicos.

Também satisfeita com o atendimento agendado e realizado como o previsto no agendamento, Suely Silva, 29, mãe de dois filhos, busca pensão alimentícia para o filho mais novo, de um ano de idade. “Não sei como vou conseguir, porque vou ter que ter mais informações sobre onde está o pai dele, mas o importante é que tem esperança de conseguir”, afirmou.

Excelência em atendimento – Para o defensor público geral, Rafael Barbosa, este primeiro mês mostra que a DPE está no caminho correto quanto ao projeto de excelência em atendimento que quer oferecer.

“A demanda é grande e a tendência é de crescer ainda mais. Seguimos trabalhando para ampliar este serviço, contratando mais atendentes, fazendo licitação para ampliar as linhas de telefone. Neste momento, ainda temos falhas, mas já descobrimos que funciona e agora é aprimorar e ampliar o serviço. Desta forma, oferecemos também dignidade aos nossos assistidos que não precisam mais chegar na madrugada em busca de senhas”, finalizou Barbosa.

FOTO: DIVULGAÇÃO/DPE-AM