Audiência Pública vai discutir alternativas para melhorar atendimento a pacientes ostomizados

Audiência será amanhã, 5, na Defensoria Pública Especializada na Promoção e Defesa dos Direitos Relacionados à Saúde, na Rua 24 de Maio, 321, Centro, a partir das 9hs

Após a instauração de Procedimento para Apuração de Dano Coletivo (PADAC) sobre os problemas de atendimento, no SUS, relatados pelos pacientes ostomizados de Manaus, a Defensoria Pública Especializada na Promoção e Defesa dos Direitos Relacionados à Saúde, vai realizar uma audiência pública amanhã, dia 05 de julho, para debater e buscar soluções pacíficas para as demandas dos mais de mil pacientes nessa condição em Manaus.

Paciente ostomizado é aquele que precisou passar por uma intervenção cirúrgica para fazer no corpo uma abertura ou caminho alternativo de comunicação com o meio exterior, para a saída de fezes ou urina, assim como auxiliar na respiração ou na alimentação. Essa abertura chama-se estoma.

O defensor Arlindo Gonçalves dos Santos Neto, titular da especializada, informou que a audiência é uma forma de buscar o diálogo com os órgãos e entidades como Associação dos Ostomizados do Amazonas; Secretaria Estadual de Saúde (SUSAM); Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA); Conselho Regional de Medicina; Conselho Regional de Enfermagem; Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas e outras entidades ou pessoas que queiram participar.

A audiência pública vai ser realizada no Auditório da Unidade da Defensoria Pública do Estado do Amazonas localizado na Rua 24 de Maio, 321, Centro, no dia 05/07/2018 (quinta-feira), às 09h00, quando será franqueada a palavra ao máximo de presentes, que terão a oportunidade de expor requerimentos individuais e coletivos.

Para o defensor, a necessidade de garantir às pessoas ostomizadas a atenção integral à saúde por meio de intervenções especializadas de natureza interdisciplinar e o pleno atendimento às suas necessidades, o justifica a necessidade da audiência pública, porque são muitas demandas solicitadas por eles.