Cabo Maciel afronta Amazonino e diz que faria planejamento de segurança por um X-Salada

“Eu não preciso de 5 milhões para identificar o caos que está a segurança pública no Amazonas, eu presto essa assessoria ao governador por um X-salada”. Assim iniciou seu discurso nesta quinta-feira (28), o presidente da Comissão de Segurança pública na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Cabo Maciel, após o governador Amazonino Mendes reunir a imprensa para anunciar o recebimento do relatório técnico da primeira fase do trabalho realizado pelo escritório internacional em consultoria de segurança Giuliani Security & Safety (GSS).

Lembra Cabo Maciel que seus pares já diziam que ele ainda tinha cabelo quando vinha denunciando da tribuna da ALEAM que o problema das mazelas que acontece em Manaus são proveniente da falta de segurança nas fronteiras.

De acordo com Cabo Maciel o resultado do relatório técnico entregue pelo ex-prefeito de Nova York e proprietário da empresa, Rudolph Giuliani, ao governador Amazonino, vem sendo tema de suas palestras nas escolas da rede pública do Estado, onde destaca a entrada em grande escala de drogas no Amazonas, que é usado como rota do tráfico devido à falta de fiscalização nos municípios fronteiriços.

O aumento do índice de assaltos nos rios do Amazonas pelos “barrigas d´água”, também foi destacado pelo deputado Cabo Maciel apontado a falta de efetivo, de viaturas fluviais e traçadas, armamento pesado, colete balístico e outros itens para enfrentar os bandidos na Tríplice Fronteira (Brasil-Colombia-Peru).

Veja o vídeo:

Compartilhe