Candidatura de Meirelles é o norte para recolocar o país nos trilhos, diz presidente nacional do MDB Afro

Foto - Bloomberg

O MDB deve oficializar nesta quinta-feira (2), a candidatura de Henrique Meirelles ao Palácio do Planalto. A decisão será anunciada após a convenção nacional da sigla, que reunirá lideranças políticas de todos os estados, em Brasília.

Essa será a primeira vez, desde Orestes Quércia, em 1994, que o MDB apresentará um nome à presidência da República. O nome de Meirelles já teve o apoio declarado por várias lideranças espalhadas pelo país.

O MDB Afro já declarou apoio à candidatura de Meirelles na corrida presidencial. Para o presidente nacional do MDB Afro, Vanderlei Lourenço, o ex-ministro é a pessoa mais preparada para retirar o país da recessão.

“O MDB entende que a candidatura do ministro Henrique Meirelles fortalece o partido, ela fortalece os núcleos. E, no nosso entendimento, o que o Brasil precisa nesse momento é justamente de uma pessoa que se preocupe com a gestão na questão econômica como motor de tudo o que diz respeito às necessidades do nosso país. Então nós entendemos que a candidatura do ministro Henrique Meirelles engrandece o MDB e oferece, sim, um norte para o país no sentido de recolocar o país nos trilhos.”

Goiano, de Anápolis, Henrique Meirelles é um dos economistas mais respeitados do país. Com carreira no mercado financeiro, trabalhou por quase 30 anos no BankBoston, chegando a ser presidente internacional instituição, tida como uma das mais importantes do mundo.

Meirelles entrou na vida pública em 2002, quando foi eleito o deputado federal mais votado do estado de Goiás. Mais tarde, convidado pelo ex-presidente Lula, comandou o Banco Central do Brasil, entre 2003 e 2010. Mais recentemente, esteve no comando do ministério da Fazenda, onde gerenciou a retomada da estabilidade econômica do país, após a crise política e financeira de 2015 e 2016.

Reportagem, Marquezan Araújo