Candidatura de Wilson Lima sofre retaliação em Tefé

A campanha da coligação “Transformação por um novo Amazonas” vem sofrendo ataques dos que representam a velha política. As informações são da assessoria de imprensa do candidato. De acordo com o candidato, Informações distorcidas têm sido disseminadas, indiscriminadamente e irresponsavelmente, pelas mais diversas mídias. Nesta sexta-feira, segundo, Wilson, os que têm medo de perder o poder, e suas benesses, chegaram ao cúmulo de fechar o aeroporto de Tefé para impedir que Wilson Lima (PSC) e o candidato ao senado, deputado estadual Luiz Castro (REDE), prosseguissem a viagem para Carauari a fim de apresentar o plano de governo que vai gerar emprego e renda por todo o Amazonas, melhorando a vida da nossa gente.

Os candidatos chegaram ao município de Tefé no início da tarde e teriam como primeiro compromisso entrevistas em duas rádios locais. O prefeito, Normando Bessa de Sá (PMN), que apoia nesta eleição o governador Amazonino Mendes, exigiu que as duas emissoras entrassem no ar simultaneamente para que ele pudesse utilizar o espaço pago pela prefeitura, que, normalmente, vai ao ar de segunda a sexta-feira de 10h às 13h. Mas que, sem explicação alguma, foi postergado para a tarde desta sexta-feira, no mesmo horário em que estavam reservadas entrevistas com Wilson Lima e Luiz Castro.

O Prefeito utilizou o horário reservado para os candidatos Wilson Lima e Luiz Castro para divulgar ações do governador Amazonino Mendes como a desapropriação de uma área no município, que propiciará a regularização fundiária para inúmeros tefeenses.

Os compromissos da coligação “Transformação por um novo Amazonas”, por causa da determinação inesperada do prefeito Normando Bessa às emissoras de rádio, foram atrasados em mais de uma hora.

Para cumprir o restante da agenda, que incluía uma reunião com comunitários, os candidatos aceleram as ações, mas de nada adiantou porque, também inexplicavelmente, a Infraero decidiu fazer reparos na pista do aeroporto, fechando o local e impedindo os voos.

A coligação “Transformação por um novo Amazonas” tem padecido com as muralhas que os poderosos têm erguido para proteger seus interesses e impedir que a mudança avance. Mas a coligação informa que muros mais resistentes, como o de Berlim, já caíram e o povo conquistou sua liberdade e autonomia. Não vamos desistir. Um novo dia vai raiar muito em breve no Amazonas, muito melhor para todos nós. Seguimos juntos nessa caminhada.

Com informações da assessoria de imprensa