Com candidatura ameaçada, Amazonino vai a Brasília e garante apoio de presidente nacional do PDT para reeleição

Amazonino Mendes conseguiu uma Vitória para sua reeleição nesta sexta-feira durante convenção nacional do PDT, em Brasília. O presidente nacional do partido, Carlos Luppi, antes de anunciar Ciro Gomes como pré-candidato à Presidência da República, confirmou o governador do Amazonas como o candidato oficial da sigla nas eleições gerais de outubro.

A medida drástica bate de frente com o que o diretório estadual desejava. Encabeçados pelo presidente estadual do PDT, Hissa Abraahão, os filiados chegaram a riscar o nome de Amazonino como candidato à reeleição.  Outros dois nomes foram digitados para representar a sigla no pleito.

Descontente com os colegas de partido, Amazonino Mendes decidiu recorrer à instância maior, ao presidente nacional do PDT.

Antes mesmo de começar a convenção em Brasília, Carlos Luppi pegou o microfone e deu um recado ao perceber a chegada do governador Amazonino Mendes ao evento.

“Nós vamos combinar a convenção, com Hissa (Abrahão) e ele, conforme a conveniência que o amigo (Amazonino) disser, e esse partido é um partido de uma palavra só”, afirmou Carlos Luppi, após abraçar o governador, no palco do evento.

Depois, ele ainda afirmou com todas as letras que Amazonino está cumprindo o que é esperado dele pelo partido e com apoio da sigla será reeleito ao cargo de governo do Amazonas.

Agora quem está ameaçado no partido é o próprio presidente estadual, Hissa Abraahão, que teve a iniciativa de retirar Amazonino da disputa eleitoral deste ano derrubada.

Compartilhe