Com investimentos, SAAE amplia controle da qualidade da água em Parintins

Os investimentos feitos em equipamentos modernos para exames laboratoriais nos últimos meses na administração do SAAE – Serviço Autônimo de Água e Esgoto de Parintins elevou o número de testagem da água fornecida a Parintins. Saltaram de cinco para 19 procedimentos técnicos.

De acordo com o diretor Dielson Brelaz, hoje o moderno laboratório da autarquia se tronou referência em diagnóstico de impurezas na água fornecida para a comunidade. “Quando assumimos a direção do SAAE já existia o laboratório de análises de cinco parâmetros e no decorrer de oito meses foram investidos recursos públicos na compra de novos equipamentos e hoje são realizados 19 tipos de análises, inclusive procedimentos avançados nas áreas físico-químicas usados para detectar as impurezas mais específicas.

Dielson explica que os investimentos só foram possíveis com o apoio do prefeito Alexandre da Carbrás que autorizou a compra dos materiais. Ele ressalta que o novo modelo de análises de possíveis impurezas ganhou o reconhecimento de várias instituições como a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) que firmou parceria para utilizar o laboratório do SAAE para atividades químicas e análises de mostra da água da instituição.

O diretor assegura que qualquer instituição que necessite de atividade em laboratório pode procurar a direção do SAAE que terá total apoio. Ele afirma que os exames realizados pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde também passaram a ser feitos no laboratório do SAAE para colaborar com o trabalho de prevenção no município.

Para o bioquímico do SAAE, José Roberto de Souza Teixeira, o compromisso da direção do SAAE nos últimos meses, mostra a seriedade com que passou a ser tratado o serviço público no sistema de abastecimento. José Roberto cita que entre os pedidos acatados foi a instalação da unidade de laboratório em novo prédio anexo do SAAE.

O bioquímico assegura que a equipe técnica do SSAE mantém um rígido controle na análise da água, com análises de parâmetros microbiológicos com coliformes totais, além de parâmetros físico-químicos como temperatura, acidez da água (Ph), alumínio, amônia, oxigênio dissolvido, turbidez, ferro total, manganês, nitrato, nitrito, sulfato, dureza, cobre, entre outros.

O diretor Dielson Brelaz destaca que por determinação do prefeito Alexandre da Carbrás hoje são realizados entre 70 a 80 análises semanais para assegura o fornecimento de água de qualidade para as famílias do município. Dileson ressalta que são executadas coletas de amostras da água semanalmente em vários pontos dos bairros da cidade e nas agrovilas do Caburi, Mocambo, Zé Açu, e Vila Amazônia. ]

Dielson Brelaz informa ainda que entre os projetos futuros para melhorar a qualidade da água potável do SAAE e o abastecimento na cidade está a aquisição de equipamentos modernos para cloração da água que serão instalados nas unidades de bombeamentos que funcionam nos bairros Dejard Vieira, Itauna I, Mocambo, Caburi e Bom Socorro. “São iniciativas que estão em nosso planejamento para melhor sempre mais a qualidade da água consumida pela população”, frisou Dielson Brelaz.