Comércio cresce 6,0% em maio e acumula crescimento de 8,7% no ano

De acordo com o IBGE, a Pesquisa Mensal de Comércio de maio de 2018 no Amazonas mostrou um crescimento de 6,0% no volume de vendas, se comparado com abril. Se comparado com o mesmo mês do ano passado, o crescimento foi de 9,3%.

Volume de Vendas no Comércio Varejista

O volume de vendas no comércio varejista do estado do Amazonas apresentou no mês de maio, um aumento de 6,0% frente a abril, na série com ajuste sazonal; após ter registrado queda de -8,4% e crescimento de 3,9% em abril e março de 2018 respectivamente. Na comparação com outras unidades da federação, o Amazonas apresentou o melhor resultado, liderando o crescimento no mês, seguido por Roraima (3,2%) e Alagoas (1,7%).

Já no confronto com igual mês do ano anterior, o volume de vendas do setor registrou, em maio de 2018, crescimento de 9,3%. Isso após os meses de março e abril de 2018 terem marcado 14,8% e -0,1%, respectivamente. Comparando com outras unidades da federação, o Amazonas teve o segundo melhor resultado; atrás apenas de Roraima (11%).

No acumulado do ano, o volume de vendas no comércio varejista do estado do Amazonas registrou em maio de 2018, crescimento de 8,7%, na comparação com o mesmo período do ano anterior. No agregado dos últimos 12 meses, o volume de vendas no comércio varejista do estado registrou em maio de 2018, aumento de 9,4%.

Volume de Vendas no Comércio Varejista Ampliado

No comércio varejista ampliado, que leva em consideração as atividades de venda de veículos, motos, partes e peças e de material de construção; o volume de vendas do setor no estado do Amazonas registrou em maio de 2018, aumento de 1,0% na comparação com o mês anterior. Se comparado ao mesmo mês do ano anterior, esse crescimento foi de 12,1%. A variação acumulada no ano registrou um aumento de 13,9%, se comparada com aquela acumulada no mesmo período do ano anterior. Nos últimos 12 meses, o setor apresentou resultado positivo (15,4%).

Receita Nominal no Comércio Varejista

A receita nominal de vendas do comércio varejista amazonense, apresentou, no mês de maio de 2018, aumento de 6,0% frente a abril de 2018, na série com ajuste sazonal, após ter registrado crescimento de 3,8% e queda de -7,8% em março e abril, respectivamente. Na comparação com as unidades da federação, o Amazonas está na 1ª posição no ranking dos maiores crescimentos.

Quando se compara a receita nominal de maio com mesmo mês do ano anterior, o setor registrou crescimento de 9,8% após ter registrado crescimento de 13,5% em março, e queda de -1,3% em abril.

No acumulado do ano, a receita nominal registrou, em maio de 2018, um crescimento de 7,9. Já no agregado dos últimos 12 meses, a receita nominal de vendas registrou crescimento de 7,4% em maio de 2018, em comparação aos 12 meses imediatamente anteriores, após ter registrado aumento de 8,3% em março e 7,2% em abril.

Receita Nominal no Comércio Varejista Ampliado

No caso do comércio varejista ampliado que leva em consideração as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, a receita nominal do setor no estado do Amazonas registrou, em maio de 2018, aumento de 1,8% se comparado com o mês anterior. Se comparado ao mesmo mês do ano anterior, esse crescimento foi de 12,0%. O acumulado no ano alcançou 12,6. Nos últimos 12 meses, o setor apresentou resultado positivo (13,6%).