Como prevenir fake news no universo infantil

O fluxo de notícias falsas na internet ocorre desde que a ferramenta se popularizou e começou a ser acessada por bilhões de pessoas. No entanto, com a interferência desses boatos em questões importantes da geopolítica mundial, as chamadas fake news ganharam destaque e debate na sociedade. Hoje, comunicadores e autoridades discutem amplamente o assunto e tentam combater esse problema.

No âmbito doméstico, com crianças cada vez mais conectadas ao mundo virtual, o alcance das fake News colocam os pequenos como alvos dessas informações falsas. Mas como prevenir isso?

Fabiany Lima, CEO e fundadora da ferramenta psicossocial Timokids, alerta que a comunicação entre pais e filhos é fundamental para que se evite problemas com as informações. Segundo ela, estar alerta aos sites e aos conteúdos que os filhos acessam na internet é fundamental.

A especialista também ressalta que incentivar a leitura e o censo crítico dos filhos, explicando a importância da ferramenta online e, ao mesmo tempo, os perigos que a internet pode oferecer, é uma saída pedagógica.

“Mais do que fiscalização, é importante consciência. E essa consciência se forma através dos exemplos e conversas off-line. Então, os pais precisam ter a internet como ferramenta, ela é útil, vai ser parte da vida das crianças, mas precisam preparar os filhos para enfrentar o mundo online.”

Fabiany Lima recomenda ainda que os pais podem utilizar ferramentas para limitar o acesso dos filhos a conteúdos que podem ser impróprios de acordo com a faixa etária.

Reportagem, Raphael Costa