Companheiro é preso por matar comerciante no Fazendinha; família está revoltada

Manaus – Rafael Leão Borges, de 26 anos, foi apresentado à imprensa na manhã desta quarta-feira (16), um dia após ser preso, por cumprimento a mandado de prisão. Ele é apontado como autor do assassinato do próprio companheiro em dezembro do ano passado.

O comerciante Adalberto Tavares da Silva foi morto com diversos golpes de faca dentro da própria casa, localizada na rua Nonato Lopes, na comunidade Fazendinha – Zona Norte de Manaus.

Adalberto Tavares da Silva, ocorrido na noite do dia 16 de dezembro de 2017. O homem tinha 49 anos. Segundo o delegado, Rafael trabalhava em um frigorifico da vítima, com quem ele mantinha um relacionamento amoroso.

O filho da vítima, identificado Aldaberto Filho, esteve na delegacia  neste manhã e pediu, emocionado, Justiça pelo crime.

“Queremos Justiça, nós estamos revoltados com esse vagabundo, assassino, mentiroso e frio. Gente, ele matou o meu pai a sangue frio. Não foi um crime comum, foi um crime bárbaro. Eu vi o jeito que meu pai ficou, jogado no chão, esquartejado. Vocês não sabem como é a situação da família. Estamos revoltados! Ele era uma pessoa que meu pai ajudava e trabalhava com ele”, relatou aos prantos.

Adalberto Filho agradeceu a polícia pelo trabalho de investigação. “Espero que a Justiça faça a parte dela em condená-lo. Ele não tem porque voltar para a sociedade, ele é um assassino frio, que matou meu pai com requintes de crueldade. Ele tem que pagar pelo crime que cometeu”, disse Adalberto, que é um dos três filhos da vítima. Eles foram proibidos de entrar na delegacia durante a coletiva.

Compartilhe