Crianças de creche municipal tem aula diferenciada sobre alimentação saudável

03.08.18 Crianças de creche municipal tem aula diferenciada sobre alimentação saudável. Fotos: Lton Santos.

Maçã, banana, mamão, uva, laranja e sucos fizeram parte da aula sobre alimentação saudável que os alunos da Prefeitura de Manaus, da Creche Municipal Maria Ferreira Fernandes, localizada na Comunidade Fazendinha, Cidade Nova, zona Norte, tiveram na manhã desta sexta-feira, 3/8, no Complexo Turístico da Ponta Negra, zona Oeste da cidade.

Aproximadamente 80 crianças, entre 1 e 3 anos, participaram de um piquenique que teve como objetivo envolver as famílias no trabalho de conscientização sobre bons hábitos alimentares, mostrando aos pais e responsáveis sobre a aceitação dos pequenos em relação ao consumo de alimentos saudáveis.

A unidade atende crianças em turmas de maternal 1,2 e 3 e durante todo o ano desenvolve atividades sobre alimentação saudável na própria unidade de ensino, afirmou a gestora da creche, Gicelia Leal.
“Muitas crianças quando entram na creche têm dificuldade em comer o alimento que é servido. Muitos não são acostumados a comer frutas, verduras e legumes e todos os dias servimos, pelo menos, um desses itens nas refeições, alguns ainda sentem dificuldade até no mastigar e na creche a gente vai tirando esse hábito”.

No início do ano, todos os pais e responsáveis participam de uma sondagem onde é verificado o tipo de alimentação que a criança tem em casa e recebem uma orientação sobre como será a alimentação na creche e o benefício de trocar sucos artificiais por suco natural e biscoitos recheados por bolachas integrais.

As creches da rede municipal de educação possuem nutricionistas, que preparam o cardápio servido aos alunos, de acordo com a idade de cada um, além de acompanhar a preparação do alimento servido diariamente.

A vendedora autônoma, Devalice da Silva, mãe da pequena Raquel Silva Miranda, 3 anos, aluna do Maternal 3, conta que a filha passou a se alimentar melhor depois que começou a estudar na unidade. “Às vezes a gente erra muito na alimentação dos nossos filhos. Em casa acabamos dando o que é mais fácil e fazendo a vontade deles dando um biscoito recheado, refrigerantes e salgadinhos industriais, ao invés de oferecer frutas e legumes. A minha filha começou a gostar de frutas depois que entrou na creche”.