Criminosos de alta periculosidade são “mandados embora” do Amazonas

Na manhã desta sexta-feira (13), oito presos ligados a facções criminosas como FDN (Família do Norte), PCC (Primeiro Comando da Capiítal) e CV (Comando Vermelho) foram transferidos para o presídio federal de Mossoró no Rio Grande do Norte. Eles cumpriam pena no sistema penitenciário do Amazonas. O embarque ocorreu na madrugada desta sexta-feira, no Aeroporto de Ponta Pelada, no bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Sul de Manaus.

Entre os transferidos está Luciano da Silva Barbosa, filho do narcotraficante José Roberto Fernandes, o “Zé Roberto da Compensa”, preso no presídio federal de Catanduvas, no Paraná. Também estão na lista alguns líderes do massacre ocorrido no sistema prisional em janeiro de 2017.

A transferência dos criminosos, segundo a Secretária da Secretaria dê Administração Penitenciária (Seap), estava sendo planejada cuidadosamente há mais de mês, para manter a estabilidade nas unidades prisionais.

Veja a lista a lista completa:

Luciano da Silva Barbosa – Filho do narcotraficante José Roberto Fernandes (Zé Roberto da Compensa)

Márcio Ramalho Diogo (Garrote) – Apontado como um dos líderes do massacre do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e ligado à Família do Norte.

José de Arimateia Façanha do Nascimento – Primo de “Zé Roberto” também participou como líder do massacre em Manaus.

Francinaldo dos Santos Silva (Cinta Larga) – Braço direito de Alan de Souza Castimário (“Nanico”), membro do “primeiro escalão” da FDN.

Clemilson dos Santos Farias (Tio Patinhas) – Líder da facção carioca Comando Vermelho em Manaus e tinha como principal missão tomar a área do tráfico da FDN.

Janderson Rolim Matos (Passarinho) – Líder do PCC no Amazonas

Romulo Brasil da Costa – Líder do PCC no Amazonas

Fabrício Duarte Araújo – Líder do PCC no Amazonas