Crise na saúde e na segurança pública assusta em Atalaia do Norte

A violência impera no estado do Amazonas. Na capital, a desova de cadáveres decapitados virou rotina e os corpos são descartados em ruas e igarapés, a qualquer hora do dia. A polícia joga tudo na guerra de facções, não investiga e nem esboça reação para conter a violência.  E agora essa monstruosidade chegou ao interior do estado. Em Atalaia do Norte, além da violência urbana, a crise na saúde deixa a situação constrangedora, com a falta de medicamentos básicos nas unidades de saúde. A violência afeta principalmente jovens desempregados, já que a ociosidade impera na ” Perola do Javari”. Sem opções de trabalho e sem estudos, muitos jovens enveredam seguem o caminho do tráfico.  A situação parece não ter solução, já que nem o governo estadual ou o municipal tem projetos para atender a juventude.