Curso superior com flexibilidade de horário é uma alternativa para quem quer estudar e não tem muito tempo

A qualificação profissional é um pré-requisito em qualquer profissão, principalmente, para quem deseja crescer na carreira. Porém, nem sempre é fácil conciliar estudo e trabalho. Uma alternativa nesse caso é optar por cursos que ofereçam flexibilidade de horário e de local para o estudo.

Para quem pretende ingressar em um curso superior, mas tem essa dificuldade de tempo para dedicar-se aos estudos, a UniNorte oferece a modalidade flex, que une aulas presenciais e o ensino à distância, com mensalidades a partir de R$267,00.

Segundo o especialista de Inteligência de Mercado da UniNorte, Jurandir Pereira, a vantagem de estudar por essa modalidade é que o aluno tem aulas presenciais apenas em alguns dias das semanas, focadas principalmente na parte prática do curso. Os demais conteúdos, ele pode acessar através das plataformas digitais, em qualquer horário do dia. “Quem viaja com frequência, tem filhos pequenos ou trabalha, fica praticamente impossível estar presente, diariamente, no mesmo turno, na sala de aula. Por essa modalidade, o aluno tem muito mais flexibilidade para decidir os horários de estudo”, ressaltou.

Jurandir explica que na modalidade flex o aluno tem aulas presenciais e Ensino a Distância (EAD). Neste semestre, a UniNorte incluiu nove novos cursos na modalidade flex. São eles: Educação Física, Engenharia Civil e de Produção, Estética e Cosmética, Gestão Financeira, Processos Gerenciais, Serviço Social, História e Publicidade. Além dos novos, a instituição oferece outros 18 cursos nesse formato, nas áreas de Humanas, Exatas e Saúde.

Para ingressar em um dos cursos da modalidade flex, o estudante pode prestar o vestibular. A inscrição pode ser feita gratuitamente no site da UniNorte -https://www.uninorte.com.br/. Quem quiser transferir o curso de outra instituição para a UniNorte, fazer uma segunda graduação ou que tiver feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado, sem ter zerado a redação, não é preciso realizar o vestibular.