Custo médio da energia (para a indústria) sobe 11,5% e deixa o Brasil na 6ª posição entre as mais caras do mundo

O custo médio da energia para a indústria brasileira aumentou 11,5% este mês, de acordo com o estudo divulgado pela Federação das Indústrias do estado do Rio de Janeiro (Firjan). A economista Tatiana Lauria, da Firjan, disse que com a entrada em vigor, neste início de mês, do sistema de bandeiras tarifárias autorizado pela Aneel, o custo médio da energia elétrica para a indústria brasileira passou de R$ 360,85 por megawatt-hora (MWh) para R$ 402,26 por MWh. Com esse aumento de 11,5% do custo médio da energia elétrica para a indústria, o Brasil passou da 8ª para a 6ª posição no ranking de 28 países que apresentam as mais altas tarifas médias industriais de energia. A liderança é exercida pela Índia, cujo custo atinge R$ 596,96 por MWh.