David diz que vai criar um fundo para modernizar a saúde

Para combater o sucateamento da rede pública de saúde do Estado em hospitais como o João Lúcio, e pronto-socorros como o Platão Araújo, o candidato ao governo do Estado pela Coligação Renova Amazonas, David Almeida (PSB), disse, nesta terça-feira (21), que vai criar o Fundo de Modernização da Saúde, proposta essa que está dentro do seu Programa de Revitalização da Atenção à Saúde. David explicou sobre a proposta do fundo de caráter temporário, durante caminhada que realizou nesta terça-feira (21), em Manaus, no bairro São José, Zona Leste, onde foi questionado por eleitores.

David lembrou que o Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio, localizado no São José, um dia já foi referência de ortopedia e traumatologia – especializada em cabeça e pescoço -, além do atendimento de urgência e emergência. Contudo, a principal unidade de saúde da Zona Leste de Manaus não conta mais com tomografia e o seu parque de imagens para radiologia e ultrassonografia, por exemplo, está sucateado. Outro grave problema e principal reclamação dos pacientes é a escassez de profissionais especialistas para o atendimento da demanda da região.

Outro exemplo do abandono da saúde, segundo David, é o Pronto-Socorro Platão Araújo, localizado no bairro Jorge Teixeira, também na Zona Leste. Na unidade, voltada para urgência e emergência, além de gaze, soro e medicamentos básicos – como a dipirona -, pacientes relatam até a falta de cadeira de rodas para atendimentos de emergências. “O Fundo de Modernização da Saúde será criado com a finalidade primordial de acelerar investimentos para a atualização de equipamentos e do parque tecnológico de saúde, das unidades de saúde do Amazonas, que se encontram em completo estado de abandono”, disse David.

A dona de casa Rosa de Souza Castro, 57, reclamou de ter precisado de ortopedista no hospital João Lúcio na semana passada, mas não foi atendida, porque não tinha o especialista na noite em que seu marido necessitava do atendimento. Ela disse ao candidato que a questão da segurança pública é um grande problema do Estado, mas o sistema de saúde está “totalmente abandonado”.

“A situação da saúde pública está cada vez pior. Quando preciso do João Lúcio, por exemplo, quando não falta medicamento, falta médico, quando não falta raio X, eles não têm tomografia. Às vezes, eu acho até que não querem oferecer para pessoas como nós, que somos mais humildes. Espero que, mudando esse governo aí, esse serviço sirva pra gente, com qualidade”, disse a dona de casa.

Hemodiálise

Além da aquisição de equipamentos para a modernização do atendimento da saúde na rede estadual, David disse que, dentro do seu plano de governo, estão as propostas de entregar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cidade Nova e a construção do Centro de Referência de Atendimento de Hemodiálise, também no Cidade Nova. Segundo o candidato, a primeira, para ajudar a desafogar a urgência e a emergência do Hospital 28 de Agosto e do João Lúcio. Já o segundo, para aproximar mais o atendimento de hemodiálise

“Quando governador interino no ano passado, nós inauguramos o primeiro Centro de Referência de Atendimento de Hemodiálise, no Hospital Adriano Jorge, na Zona Sul. Agora, como a maioria dos pacientes de hemodiálise de Manaus está na Zona Leste e Zona Norte, a nossa proposta é trazer esse tipo de atendimento especializado para mais perto dessas famílias”, afirmou David.

FOTO: DHYEIZO LEMOS