Defensoria Pública nomeia os 15 primeiro colocados no concurso para servidores de carreira

Este foi o primeiro concurso realizado na história da DPE-AM com essa finalidade desde a criação do órgão em 1990

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) nomeou nesta segunda-feira, 25, os 15 primeiros servidores aprovados no concurso público.

Este foi o primeiro concurso realizado na história da DPE-AM com essa finalidade. Desde sua criação, em 1990, a Defensoria foi agregando ao seu quadro profissional servidores originários de outros órgãos da administração pública estadual.

“Estamos em plena expansão da Defensoria, com polos sendo implantados no interior; o sistema de atendimento mudando para acabar com as filas; tivemos aposentadorias em nosso quadro efetivo, este é o momento exato de termos mais profissionais em nossa equipe”, disse o defensor público geral, Rafael Barbosa.

A posse oficial dos novos servidores ocorrerá na primeira quinzena do mês que vem. Em seguida eles passam por um curso de formação sobre a DPE-AM e começam a trabalhar na capital e no interior.

Dos 15 (quinze) nomeados, 6 (seis) servidores irão atuar nos polos do interior. Dois em Parintins, dois em Itacoatiara e dois em Humaitá.

As nomeações de mais aprovados acontecerão à medida que a DPE tiver orçamento para fazer. “Estamos no aguardo de que com a votação da LDO, em julho, consigamos um percentual maior do duodécimo e será possível aumentar o número de servidores e seguir nosso projeto de expansão, que terá uma etapa a mais com a nomeação de 25 novos defensores públicos até o final do ano”, afirmou Rafael.

A primeira etapa do concurso para defensores aconteceu no domingo. E a próxima prova será nos dias 11 e 12 de agosto.