Defensoria treina servidores para uso de tecnologia que vai agilizar atendimento aos assistidos

Servidores da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) que trabalham no núcleo que funciona no Shopping Via Norte, receberam hoje, o treinamento para a implantação do novo sistema eletrônico denominado Solar (Solução Avançada em Atendimento de Referência).

O Solar é uma tecnologia, que vai permitir maior agilidade no atendimento e transmissão de dados dos assistidos, é um marco importante por facilitar a vida tanto dos defensores quanto dos servidores no atendimento, disse o defensor geral da DPE-AM, Rafael Barbosa.

O treinamento aconteceu no Samsung Ocean Center, que funciona da Escola Superior de Tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas (EST/UEA), bairro de Adrianópolis. O coordenador do instituto, Sílvio Marques, destacou a importância de receber os servidores para um treinamento na área de tecnologia, por considerar que qualquer avanço em tecnologia é vital para um órgão do perfil da Defensoria.

Da mesma forma, a professora Girlene Katcipis Leal, que trabalha no Ocean, avaliou a capacitação tecnológica dos servidores da Defensoria. Por isso, disse que o centro estará sempre à disposição e deseja que o processo se expanda para outros setores.

DIVISÃO DE INOVAÇÃO

O diretor da Divisão de Inovação e Tecnologia (DIT) da DPE-AM, defensor público Ricardo Paiva, disse que um total de 45 servidores que atendem no Via Norte fizeram o treinamento hoje. O sistema começa a ser usado efetivamente por eles no dia 30 deste mês.

Para o defensor, a implantação do Solar representa uma quebra de paradigma na medida em que se tem um sistema que vai ser um facilitador, concentrando esforços para atender bem o assistido, levando a Defensoria a alcançar sua visão de futuro, que é ter um atendimento excelência e se tornar cada vez mais um órgão de credibilidade.

Ao lembrar que o software Solar foi desenvolvido pela Defensoria de Tocantins, já implantado em outras defensorias no País, Rafael Barbosa destacou que a Defensoria do Amazonas já vem se tornando uma referência na sua implantação, graças ao trabalho da Divisão de Inovação e Tecnologia do órgão.

No treinamento, o defensor geral Rafael Barbosa afirmou ainda que com essa tecnologia a Defensoria Pública do Amazonas olha para o futuro, porque vai reunir dados que possibilitarão trabalhar para a busca de soluções visando melhorar, cada vez mais, o atendimento ao assistido.