DEM avalia possível apoio a Alckmin nesta quarta-feira (25)

A Executiva Nacional dos Democratas se reunirá nesta quarta-feira (25) para avaliar o possível apoio à candidatura presidencial do tucano Geraldo Alckmin, ex-governador de São Paulo.

O presidente do partido, o prefeito de Salvador, ACM Neto, já descarta, em definitivo, a hipótese de composição com Ciro Gomes, do PDT.

A reunião do DEM antevê o encontro entre dirigentes dos partidos do ‘centrão’, como PP, PR, Solidariedade e PRB. As siglas devem anunciar nesta quinta-feira (26) se o empresário Josué Gomes, filiado ao PR, aceitará ou não a oferta de integrar a chapa de Alckmin como vice-presidente.

Caso Josué não aceite, os nomes dos ex-ministros Mendonça Filho (DEM-PE) e Aldo Rabelo (SD-SP) despontam na fila como opções para Alckmin. O ex-governador prefere Mendonça, que defendeu o apoio do DEM à sua candidatura, ainda na época em que um pedaço do partido negociava fechar com Ciro Gomes.

Caso a parceria entre Mendonça e Alckmin seja levada adiante, o tucano deve tentar convencer o ‘centrão’ a aceitar a presença de uma dupla do DEM nas duas primeiras poltronas da linha sucessória, a vice-presidência e a presidência da Câmara dos Deputados, que já tinha sido prometida ao atual chefe da casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Reportagem, Juliana Gonçalves

#Eleições2018

Compartilhe