Deputados se enfrentam na Aleam e chamam um ao outro de ‘safados’

Os deputados Dermilson Chagas (PP) e Alessandra Campelo (MDB) protagonizaram uma briga na manhã desta quarta-feira (11) no meio do plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Em tom alto, ambos se ofenderam e se chamaram de safados.

A discussão aconteceu por conta de impasses referentes as emendas impositivas. Alessandra começou ironizando os deputados Dermilson e Belarmino Lins (PP), que tiveram indicações de emendas impositivas empenhadas pelo governo. Elas os parabenizou na tribuna e disse que  os deputados estão na contramão dos demais deputados de oposição que lutam para aplicação de suas indicações.

Após a declaração da deputada, Dermilson Chagas subiu na tribuna e não ficou calado frente as acusações. Ele esclareceu que não havia execução, apenas empenho dos deputados da base governista.

No final do pronunciamento, o deputado alfinetou Alessandra ao relembrar o quando o nome dela foi acionado a propinas da Operação Maus Caminhos. A denúncia à época dizia que o nome de Alessandra Campelo surgiu em uma hospedagem num hotel de luxo de Brasília, que teria sido paga  pelo médico Mouhamad Moustafa como benefício ao ex-secretário Afonso Lobo. Os dois homens respondem na Justiça por desvio na saúde do Amazonas.

Ao ser avisada sobre a declaração, Alessandra voltou ao plenário e foi até a mesa diretora. Ela apontou o dedo na cara de Dermilson e exigiu que a respeitasse. Revoltada, a deputada ameaçou dar um tapa no rosto de Dermilson e o chamou de “safado”.

Por outro lado, o deputado disse em voz alta que quem era safada era ela. A discussão precisou ser interrompida pelo presidente da Aleam, o deputado David Almeida (PSB).

Compartilhe