Dupla é presa com arma de fogo, munições e drogas na zona leste

A equipe de investigação do 23º Distrito Integrado de Polícia (DIP) deflagrou na tarde de sexta-feira, dia 11, ação policial que resultou nas prisões, em flagrante, de Heckner Carvalho Campos, 19, e Jackson da Silva Feitosa, 21, por envolvimento com o tráfico de drogas na cidade. Com os infratores foi apreendida uma arma de fogo, munições e substâncias entorpecentes.

O delegado Henrique Brasil explicou que as prisões dos infratores ocorreram após os policiais civis do 23º DIP iniciarem investigação para apurar roubos a estabelecimentos comerciais ocorridos na zona Centro-Sul da cidade. Conforme Henrique Brasil, a dupla foi presa por volta das 13h, na residência de Heckner, situada na Rua Caninana, antiga Rua Cinco, bairro Jorge Teixeira, zona Leste da capital.

No local, após revista autorizada por Heckner, os policiais encontraram um revólver calibre 38, seis munições intactas, 18 trouxinhas e três porções de substância entorpecente com aspecto de oxi, uma porção com aparência de maconha, duas porções pequenas e quatro trouxinhas aparentando ser cocaína em pó, um caderno contendo anotações referentes à comercialização de drogas, além de material para mistura e embalo de entorpecentes. O titular do 23º DIP informou que a residência era utilizada pela dupla para confeccionar o material ilícito.

Brasil enfatizou que os dois infratores possuem passagens pela polícia. “Heckner foi preso no dia 31 de março de 2016, por roubo majorado, por uso de arma de fogo e concurso de pessoas, que figurou como vítima uma drogaria, crime pelo qual ele foi condenado a cinco anos e quatro meses de reclusão. Heckner estava foragido do Sistema Prisional desde novembro do ano passado. Jackson foi preso no dia 18 de novembro de 2016, também por roubo majorado, pelo concurso de pessoas. Ele é autor de um roubo a um salão de beleza, cujo processo encontra-se em trâmite. Por este crime, Jackson estava em liberdade provisória”, explicou Henrique Brasil.

No prédio do 23º DIP, Heckner e Jackson foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, os infratores serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona Sul da capital.

loading ...