Eclipse lunar em 27 de julho de 2018

No dia 27 de julho ocorrerá um eclipse lunar total, observável em algumas regiões da Terra. Com cerca de 110 minutos de duração da totalidade, esse será o eclipse lunar mais longo do século 21 -naturalmente, para quem puder assistir a todas as fases desse eclipse lunar.

Em Astronomia a visualização de um determinado fenômeno depende da localização do observador. Apenas as cidades mais a leste do território brasileiro conseguirão observar a fase da totalidade, num curto intervalo de tempo, quando a Lua – na fase Cheia – estiver se levantandoacima do horizonte.Para nós, ele não será o eclipse lunar do século. No Brasil o melhor lugar para observar o fenômeno será em Recife, seguido de muito perto por Joâo Pessoa.

Apenas parte dosegundo eclipse lunar parcialpoderá ser observado em nossa região e na maioria do país. Quanto mais a leste estiver o observador melhor será a observação do evento.O horário do eclipse lunar vale para todas as localidades, respeitando o fuso horário. Mas, dependendo da localização geográfica do observador o eclipse lunar parcial poderá ser observado melhor, com a Lua mais alta no céu. Em lugares mais à oeste do território brasileiro, como o Acre,nenhuma etapa desse eclipse será observado. Em termos práticos também não será observado em Manaus. Já, Belém, conseguirá observar parte do eclipse lunar parcial.

No Brasil a Lua já deverá surgir eclipsada e quem quiser observar o fenômeno deverá ter uma boa visão do lado leste-sudeste, preferencialmente de lugares altos em que ela possa ser observada se levantando.Em regiões do litoral a praia será um ótimo lugar para a visualização do evento.

No horário de Brasília, o primeiro eclipse lunar parcial começará às 15h24min, com a Lua abaixo do horizonte e, portanto, não visível. O eclipse total da Lua iniciará às 16h30min, e terminará às 18h13min. O começo da totalidade desse eclipse não será observado, mas diversos moradores situados mais a leste poderão observar parte do eclipse lunar total. Logo após, começará o segundo eclipse parcial que terminará às 19h19min. Nesse horário terminará a parte visível do eclipse. Depois, haverá um eclipse penumbral, quando a Lua apenas diminui o seu brilho e que não é detectável sem a utilização de equipamentos específicos.

Em Cuiabá a Lua deverá se levantar aproximadamente 17h31min, parcialmente eclipsada. O eclipse lunar parcial terminará em torno de 18h19min quando a Lua estiver a cerca de 10 graus acima do solo, ainda em baixa altitude no céu.Cidades do Vale do Araguaia estarão ligeiramente favorecidas nesse evento astronômico. Em Barra do Garças, por exemplo, que segue o horário de Brasília, o eclipse parcial terminará às 19h19min, mas a Lua estará a cerca de 13 graus e meio do solo. Portanto, será um pouco mais fácil para os moradores dessa região observarem o fenômeno.

Preste atenção num objeto alaranjado à direita e acima da Lua. Esse objeto muito brilhante é o planeta Marte e poderá ser facilmente identificado.

Para quem não conseguir observar esse eclipse lunar há uma boa notícia. No final da noite de 20 de janeiro de 2019 e começo da madrugada de 21 de janeiro desse ano haverá um eclipse lunar total que poderá ser observado em todo Brasil, desde que as condições climáticas permitam.

Telma Cenira Couto da Silva – doutora em Astronomia (IAG –USP) e professora aposentada da UFMT

Compartilhe