Em menos de 24 horas Polícia Civil elucida homicídio de homem decapitado em Manaus

A prendeu em flagrante, Alex de Almeida Silva, 25, conhecido como “Cadáver”, e apreendeu de um adolescente de 15 anos, pela autoria do homicídio de Edivaldo Costa Soares. O corpo da vítima foi encontrado decapitado na tarde desta quinta-feira (05/07), em um matagal no conjunto Rei Artur, bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul da capital.

O delegado Jeff David Mac Donald, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), informa que os trabalhos contaram com o apoio de servidores lotados na Secretaria-Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop) e Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), vinculadas à Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), além de policiais civis do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) da instituição. “Ao longo das diligências, obtivemos informações sobre as características físicas dos elementos que cometeram o homicídio. Durante ação deflagrada na tarde de ontem (05/07), na Comunidade União, naquela região, encontramos os dois indivíduos em atitude suspeita, sob efeito de substâncias entorpecentes e visivelmente nervosos. Ao serem confrontados, acabaram confessando a autoria do homicídio e nos mostraram um vídeo gravado no celular, em que Alex aparece utilizando um prato na tentativa de decapitar a vítima”, explicou a autoridade policial.

Detalhes do crime – Em depoimento, os infratores revelaram que a vítima teria chamado Alex para consumir entorpecentes e quando chegaram até um lugar onde eles cometem crimes, denominado “Mocó”, encontraram bolsas femininas roubadas. “Alex tinha sido informado que a tia dele havia tido a bolsa roubada e desconfiava que o comparsa teria envolvimento no delito. Ao chegar no ‘Mocó’, identificou o objeto subtraído. Em seguida, ‘Cadáver’ deu um golpe de estrangulamento conhecimento como ‘mata-leão’ em Edivaldo, pegou um prato de cerâmica, quebrou na cabeça da vítima e, com o mesmo objeto cortante, desferiu golpes no pescoço do indivíduo, na tentativa de arrancar a cabeça dele”, argumentou o delegado.

Mac Donald esclareceu que como não conseguiu finalizar o crime com o objeto, os elementos foram até a casa de Alex, onde apanharam um terçado e, dessa forma, conseguiram desmembrar a cabeça do corpo. “O adolescente enterrou a cabeça da vítima na Comunidade do Jacarezinho, nas proximidades de um campo de futebol perto do 23º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Nós a encontramos na noite de ontem (05/06)”, disse.

Confissão – “Cadáver”, durante depoimento, afirmou ter cometido mais de 16 homicídios só no estado do Pará e que está há pouco tempo em Manaus. Ele confirmou, ainda, que já praticou outro homicídio na capital. O caso está sendo investigado pela nossa equipe.

Flagrante – Alex foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e corrupção de menores. Após os procedimentos cabíveis na especializada, o infrator será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus. Já o adolescente irá responder por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado. Ele será conduzido à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde serão realizados os procedimentos cabíveis.

FOTOS: ERLON RODRIGUES/PC-AM