Entrega de notebooks marca êxito dos Programas RH-TI e Pró-Engenharias

A conclusão da primeira etapa dos Programas Estratégicos de Indução à Formação de Recursos Humanos em Engenharia e em Tecnologia da Informação no Amazonas (Pró-Engenharias e RH-TI) foi marcada com êxito. Foram entregues notebooks de última geração para 27 ex-alunos, oriundos dos Programas, que tiveram aprovação em cursos de Engenharias e Computação em universidades públicas de Manaus. A entrega aconteceu no Instituto de Educação do Amazonas (IEA), onde funcionou o primeiro programa piloto, localizado na Avenida Ramos Ferreira, bairro Centro, nesta sexta-feira (28).

Emocionada, a diretora-presidenta da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), Maria Olívia Simão, agradeceu o empenho dos ex-alunos e envolvidos nos Programas. “Muito obrigada pelo esforço que vocês fizeram como pessoas para podermos provar, mais uma vez, que é possível transformar a sociedade a partir do que nós acreditamos”.

Dos 40 alunos participantes do piloto do projeto, iniciado em 2013, quase 100% deles entraram nas universidades públicas do Estado. Entretanto, a continuidade no acompanhamento é apenas para os alunos que ingressaram nas áreas objetivas dos Programas. Neste primeiro ano de faculdade, os 27 ex-alunos que atingiram esse objetivo, além dos notebooks, receberão bolsas de incentivo para dar continuidade a uma formação mais densa nas áreas de Engenharias e TI. “É uma política pública de alta qualidade e queremos acompanhar esses alunos dentro do Estado para alavancar o desenvolvimento. Não podemos ter o desenvolvimento do processo produtivo se não tivermos profissionais de ponta”, ressaltou Maria Olívia.

Os Programas buscam estimular alunos a ingressarem nas áreas de engenharia e de tecnologia da informação, por meio de aulas reforçadas nas áreas de exatas, aulas laboratoriais e visitas técnicas, inclusive fora do Estado, para que o aluno tenha o máximo de contato com as áreas. “Esse é o grande diferencial do projeto: o incentivo é feito através da visualização do que é a engenharia”, afirmou o coordenador do Programa Pró-Engenharia, Disney Douglas de Lima.