Facebook encolhe quase 120 bilhões de dólares em único dia, na maior queda diária da história

Baixa é maior do que o PIB de países como Uruguai, Ucrânia e Equador

O Facebook perdeu US$ 119 bilhões em valor de mercado ontem e se tornou a empresa com a maior queda diária da história de Wall Street. A baixa acontece depois da divulgação do balanço da empresa para o 2º trimestre de 2018, quando a empresa anunciou projeções pessimistas para o futuro em termos de crescimento de receita e usuários, bem como queda nas suas margens de lucro.

O resultado já havia desanimado os investidores após o fechamento do pregão de quarta-feira, quando as ações caíram mais de 20% e fizeram a empresa perder US$ 128 bilhões em valor de mercado.

Só o presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, perdeu US$ 15,4 bilhões, tendo agora fortuna de US$ 67,1 bilhões. Zuckerberg caiu 2 posições no ranking dos mais ricos do mundo da revista Forbes – agora, ele está em 6º. O homem mais rico do mundo segue sendo Jeff Bezos, presidente da Amazon, com fortuna de US$ 148,6 bilhões, segundo a Forbes.

A desvalorização de ontem superou o Produto Interno Bruto (PIB) de 133 países, entre os quais Equador, Marrocos, Uruguai e Ucrânia.