Geraldo Alckmin é oficializado candidato à presidência pelo PSDB

O PSDB oficializou neste sábado (4) Geraldo Alckmin como candidato à Presidência da República. O anúncio foi feito na convenção nacional do partido, em Brasília. O nome do ex-governador de São Paulo foi aprovado por 288 votos. O resultado foi anunciado pelo vice-presidente do PSDB, o ex-governador de Goiás Marconi Perillo.

Em seu primeiro discurso como candidato, Alckmin ressaltou a responsabilidade de sua candidatura e afirmou que o país passa por um momento grave. Citou o desemprego e a corrupção como problemas a serem resolvidos e que deseja ser presidente para mobilizar o entusiasmo e a confiança dos brasileiros.

“Vamos mudar o Brasil e devolver aos brasileiros a dignidade que lhes foi roubada. Aceito ser o candidato pelo PSDB e pelos demais partidos que aqui nos apoiam, desta ampla aliança dos que acreditam no caminho do desenvolvimento, e não na rota da perdição do radicalismo, que acreditam na união que constrói e amplia, e não na divisão que nos paralisa e diminui.”

A senadora Ana Amélia, do Partido Progressista, foi confirmada oficialmente como vice-presidente de Alckmin. Em discurso, Ana Amélia enfatizou que aceitou o desafio por acreditar na união como forma de retomar o crescimento do país.

“A esperança que nasce hoje é o compromisso que me fez aceitar o maior desafio da minha carreira profissional. Quando recebi o convite honroso para compor a chapa de Geraldo Alckmin à Presidência da República. Este desafio me foi posto porque eu não poderia como política, que entrou no Senado Federal com a vontade de mostrar à sociedade brasileira que política tem jeito.”

Antes mesmo da oficialização da convenção, o PSDB já havia fechado com o bloco conhecido como “Centrão”, formado por PP, PR, DEM, PRB e Solidariedade. A coligação conquistada por Alckmin garante o maior tempo de propaganda eleitoral na TV e rádio. O tucano terá cerca de 4 minutos e 40 segundos – o que representa 38% do tempo total fornecido aos candidatos à Presidência.

Reportagem, Talita Viana