Índice divulgado pelo Banco Central apresenta diminuição de 3,34% no comparativo com abril na economia

A economia brasileira apresentou mais uma queda em seu desempenho. Pelo menos é o que aponta o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), que funciona como uma prévia do Produto Interno Bruto, divulgado nesta segunda-feira (16).

Prévia do PIB apresentou queda nos comparativos com o mês anterior e o mesmo mês do ano anterior

De acordo com o índice, a economia brasileira caiu 3,34% com o ajuste sazonal na comparação de maio com abril. Já no comparativo com o mesmo mês do ano passado, a queda registrada foi de 2,9%.

O economista Newton Marques avaliou que os resultados são ruins para o Brasil. Entre as explicações para esse mal desempenho, especificamente na análise no mês de maio, Newton credita boa parte a greve dos caminhoneiros que, por onze dias, afetou o abastecimento de quase todas as regiões do país. O economista destaca, no entanto, que este não é o único fator.

“Nós também precisamos analisar a tendência. Existe realmente um momento que não é sustentável para a recuperação da atividade econômica”.

Newton Marques ainda citou a dificuldade do governo em aprovar pautas que eram consideradas prioritárias, e que trariam um possível cenário de maior estabilidade, como as reformas previdenciárias, tributárias e administrativas. O economista também destaca a dificuldade do governo em enxugar os gastos.

O IBC-Br é uma prévia do PIB, divulgado pelo IBGE.

Reportagem, Raphael Costa