Infraero avança em novo modelo de mercado com licitação do complexo logístico do Aeroporto de Manaus

No próximo dia 14 de agosto, a Infraero abrirá licitação de uma área de 49 mil m² para operação e exploração do complexo logístico do Aeroporto Internacional de Manaus.

De acordo com o Superintendente de Desenvolvimento de Negócios em Soluções Logísticas da Infraero, Edson Nogueira, a concessão da operação das atividades do Teca de Manaus representa uma oportunidade para a ampliação do portfólio de serviços de um dos maiores complexos logísticos da América Latina, além de ampliar a parceria com a iniciativa privada nos negócios.

“O terminal de cargas ele atende a toda a região ali, ele trabalha com uma gama muito grande de produtos de alto valor agregado. Então, ele acaba fomentando toda a cadeia logística para as empresas instaladas na Zona Franca de Manaus. Só para você ter uma ideia do tamanho da operação, só no primeiro semestre de 2017, nós tivemos um crescimento da ordem de 31%. Isso para te dar uma dimensão do valor e da importância desse ativo em termos de operação de logística no Brasil. Por isso que a gente acredita muito no sucesso dessa concessão. Vamos ter uma performance melhor de receita, uma performance melhor de redução de custo e melhoria da infraestrutura. Enfim, manter esse padrão que a gente tá realizando nos terminais de logística, sempre buscando melhorias”.

A vigência do contrato dessa concessão tem prazo de dez anos, ao preço mínimo mensal de R$ 2 milhões e 700 mil reais e preço básico inicial de R$ 3 milhões. Mais informações podem ser acessadas no site infraero.gov.br/negociosaeroportuarios.

loading ...