Inscrições no Bolsa Universidade vão até 12 de janeiro

Quem ainda não se inscreveu no Bolsa Universidade 2015 tem até as 23h59 do dia 12 de janeiro para efetuar a inscrição no programa, que vai disponibilizar mais 6,8 mil bolsas integrais e parciais de 75% e 50% em cursos de nível superior em instituições parceiras. A lista de classificados na primeira chamada do programa será divulgada no dia 14 de janeiro.
O Programa é coordenado pela Escola de Serviço Público Municipal (Espi), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad). A diretora geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo, explica que as inscrições são realizadas exclusivamente pelo site http://bolsauniversidade.manaus.am.gov.br. “O candidato faz o processo todo pela internet. Só entregam a documentação aqueles que são classificados, o que traz mais comodidade ao candidato e menos burocracia ao programa”, comentou.

Luiza enfatiza que aqueles que não possuem acesso à internet podem contar com lan houses credenciadas pela prefeitura onde as inscrições são efetuadas gratuitamente. “Em todas as zonas da cidade são mais de 40 lojas credenciadas, com banners do programa, identificando o atendimento gratuito”, frisa a diretora-geral. A lista também está disponível no link: http://bolsauniversidade.manaus.am.gov.br/lan-houses-credenciadas/.

Os critérios para concorrer às bolsas disponíveis são: ser estudante brasileiro nato ou naturalizado; possuir renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio; ser residente em Manaus; estar regularmente matriculado ou apto a se matricular em IES participante do programa; não possuir diploma de curso superior e não estar matriculado em instituição pública de ensino superior; firmar compromisso de prestar serviços em sua área de estudo, sem ônus para a prefeitura.

Novo formato
A partir deste ano, o Bolsa Universidade passou a ser regido por uma nova legislação, visando coibir fraudes, permitir um acompanhamento ainda mais efetivo e assegurar o benefício para quem realmente precisa. Entre as novidades, 2% das vagas passaram a ser destinadas a idosos com idade a partir de 60 anos, e o critério de renda considerado agora é de até um salário e meio por membro da família.

O novo formato começou a ser implementado ainda em 2014, com a informatização dos processos e a priorização de vagas em cursos de maior demanda e de bolsas de maior percentual de desconto. Nesta edição, apenas para o primeiro semestre, houve um incremento de 83,3% no quantitativo de bolsas integrais em comparação ao ano passado.

Para quem ainda tem dúvidas, a Espi disponibiliza um canal de atendimento aos candidatos, com contato via telefone, pelo 0800 092 6355, e por e-mail: [email protected]