Integrante da FDN é preso e pode estar envolvido em série de mortes

O diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), delegado Juan Valério, apresentou na manhã desta quarta-feira (15) o mecânico e pintor Thiago Moreira de Castro, 24, que foi portando uma arma de fogo de uso restrito. Ele é apontado pela polícia como integrante da Família do Norte (FDN) e teria participado de diversas execuções ocorridas em julho deste ano.

Segundo o delegado Juan Valério, Thiago era integrante da facção e atuava no Parque das Nações, que tem rixa com integrante da facção rival, Comando Vermelho (CV). Ele foi preso na tarde de terça-feira (14/8), por volta das 14h30, na rua Ribeiro Júnior, Conjunto Parque das Nações, bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

Valério ressaltou que a ação faz parte dos trabalhos em torno da elucidação de homicídios na cidade. A arma encontrada em posse de Thiago foi encaminhada à perícia para ser analisada. O objetivo é verificar se ela foi usada em alguma das execuções orquestradas pelo bando de Thiago.

“Inicialmente, nos verificamos que o tipo de munição encontrada com ele é a mesma usada em algumas mortes do mês passado. Agora a perícia vai verificar se de fato a arma foi usada nos crimes”, relatou Valério.

Compartilhe