Iranduba empata com o Corinthians em partida eletrizante na Arena da Amazônia

O Iranduba empatou em 1 a 1 com o Corinthians em uma partida eletrizante com expulsões e gols anulados, na noite de quinta-feira (05/07), na Arena da Amazônia, bairro Flores, zona centro-sul de Manaus. A equipe amazonense recebeu todo o apoio e carinho do público presente que, além de torcer pelo Hulk, divertiu-se no primeiro Fan Fest realizado no Podium do estádio. A partida contou com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Com aproximadamente 4 mil pessoas prestigiando o jogo, no primeiro tempo a partida foi equilibrada e as equipes pareciam se respeitar bastante e poucas chances foram criadas. Já no segundo tempo, o Hulk apareceu pressionando mais e marcando melhor, porém, num rápido contra ataque, a bola sobrou para a atacante do gavião, Millene, camisa 14, que aproveitou a saída da goleira Rubi e abriu o placar da partida.

Para o secretário da Sejel, Manoel Almeida, o futebol feminino amazonense é referência graças ao trabalho realizado pelas meninas do Iranduba e o Fan Fest só veio somar no prestígio que elas têm com os torcedores.

“O futebol feminino tem cumprido o seu dever, e nós, como governo, temos que cumprir com nossa obrigação, que é fazer com que o público reconheça quem merece. É o número de pessoas aqui presente hoje que mostra o reconhecimento que o Iranduba tem. O público trata essa equipe com muito prestígio, com carinho, porque sabem que elas estão se destacando. O Fan Fest realizado movimentou os torcedores e somou na vibração e no prestígio dessas meninas que realizam esse excelente trabalho dentro de campo”, pontuou o titular da pasta.

Em busca do placar, o Iranduba continuou tentando o empate, momento em que a camisa 9, Giovania, foi derrubada próximo da grande área e o árbitro marcou falta. Preparada para bater, Priscila, camisa 7, puxou a responsabilidade para si, bateu forte, desviou na barreira e enganou a goleira Lelê, deixando tudo igual. O Hulk ainda fez um gol de cabeça com Giovania, mas a arbitragem interpretou como impedimento.

Mesmo com o empate, o técnico do Iranduba, Adilson Galdino, parabenizou as duas equipes e disse que a equipe está se desenvolvendo. “A nossa equipe está evoluindo, crescendo. O torcedor tem visto isso. A tendência é crescer cada vez mais. Jogamos contra uma equipe poderosa e acredito que o resultado foi bom para ambos. As duas equipes estão de parabéns, pois jogaram estudando uma a outra e fizeram uma grande partida”, disse o técnico.

Autora do gol de empate, Priscila Back lamentou a anulação do gol de Giovania, mas que é preciso focar no próximo jogo. “Nós estudamos o adversário, corrigimos nossos erros e, graças a Deus, conseguimos o empate. Infelizmente anularam o gol da Giovania que, para mim, não estava impedido e isso gerou confusão. Mas agora é focar e pensar no próximo jogo”, destacou Back.

FOTO: MAURO NETO/TÁCIO MELO – SEJEL