Justiça suspende por tempo indeterminado alienação da carteira de clientes da Unimed Manaus

A 1ª Vara da Justiça Federal de Manaus em decisão proferida durante audiência de conciliação realizada nesta terça-feira (28/8), suspendeu, por tempo indeterminado, os efeitos Resolução Operacional da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que determinou a alienação da carteira de clientes da Unimed Manaus.

A decisão judicial trouxe alívio a direção da Cooperativa que agora terá tranquilidade para dar continuidade ao plano de reestruturação que estava em curso, quando foi surpreendida pela resolução da ANS alienando a sua carteira de clientes, afirmou o presidente executivo da Unimed Manaus, Sérgio Ferreira Filho.

O dirigente agradeceu o voto de confiança que recebeu dos cooperados e também dos usuários e reafirmou o compromisso de toda a diretoria comandada por ele, em garantir a manutenção do atendimento médico-hospitalar aos mais de cem mil clientes da Unimed Manaus.

Estiveram presentes na audiência de conciliação, além dos dirigentes da Unimed Manaus, representantes da ANS, Ministério Público Estadual (MPE), Ministério Público Federal (MPF), Sindicato dos Servidores da Justiça do Trabalho, Central Nacional Unimed (CNU), Unimed Brasil e Federação Unimed Equatorial.

Da Assessoria de Imprensa