Makro é flagrado vendendo margarina imprópria para consumo em Manaus

A fiscalização do Procon Amazonas (Programa Estadual de Proteção e Orientação ao Consumidor) apreendeu na loja do grupo Makro, do bairro Japiim, zona sul de Manaus, 8.670 quilos de margarina impróprios para consumo.

A ação aconteceu na última quarta-feira e foi divulgada pelo órgão neste domingo, dia 29.

Segundo a informação do Procon, as caixas com o produto estavam armazenadas de forma irregular, fora da câmara refrigerada, desobedecendo, inclusive, as recomendações do próprio fabricante.

“Encontramos o montante de 34.680 potes de margarina de 250 gramas cada, armazenados à temperatura ambiente, no corredor da loja, quando a recomendação é que seja acondicionada sob refrigeração mesmo antes de aberta para consumo”, disse o fiscal Matheus Bustos.

Os lotes foram apreendidos e o atacadista foi autuado pelo Procon, que disponibiliza o telefone 0800 092 1512 e o e-mail [email protected]para denúncias. A reportagem ligou para o telefone 3614-5600, que pertrnce ao atacadista situado no Japiim, e pediu para falar com a gerência, mas ninguém quis comentar o assunto.

Nota do Makro

O Makro Atacadista esclarece que os produtos mencionados estavam dentro da área de perecíveis, em transição para os freezers, no momento da atuação do Procon. Mesmo assim, a loja acatou a recomendação do órgão e realizou todas as medidas de retirada e descarte dos produtos, assim como dos processos internos de fiscalização a fim de que o ocorrido não se repita.

O Makro Atacadista lamenta o corrido e informa que possui uma rotina rigorosa de higiene, limpeza e conservação em suas instalações, que atende e supera todas as normas sanitárias determinadas pelos órgãos fiscalizadores e que qualquer eventual irregularidade constatada é sanada imediatamente.

A empresa permanece à disposição dos órgãos competentes para prestar quaisquer esclarecimentos que se façam necessários e reitera que preza pela saúde, bem-estar e satisfação de seus clientes.

*Com informações enviadas pelo Procon-Manaus

Compartilhe