Manaus promove a 7ª Mostra de Dança e Arte da Educação Especial no encerramento dos Jaavas

Alunos, familiares e professores da rede pública municipal de educação e instituições que trabalham com pessoas com deficiência, participaram, na tarde desta terça-feira, 28/8, da 7ª edição da Mostra de Dança e Arte da Educação Especial, promovida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), no Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, no bairro Santo Antônio, zona Oeste. A mostra fez parte do encerramento dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas), que este ano envolveu, aproximadamente, três mil alunos em atividades esportivas.

O evento, que encerrou as atividades da Semana da Pessoa com Deficiência na rede municipal de ensino, teve o objetivo de proporcionar a inclusão social de pessoas com deficiência, por meio da dança, auxiliando no desenvolvimento de habilidades motoras e cognitivas. “É uma alegria enorme pra gente, e hoje no encerramento é mais alegre ainda, com essa dança aqui é só alegria”

As instituições parceiras receberam troféus e os alunos participantes do Jaavas medalhas. Ao longo de uma semana, foram realizadas disputas em diversas modalidades como futsal, natação, vôlei sentado, bocha, entre outros, buscando a socialização Dos participantes e seus familiares.

Para a gerente da Educação Especial (GEE) da Semed, Reni Formiga, o evento é especial para a Educação Especial do município ao promover a integração dos alunos. “O evento é muito importante para nós, porque é onde podemos mostrar o potencial dos nossos alunos da rede e também é uma festa linda onde os pais, gestores, comunidade podem participar”

A coordenadora do Jaavas, Shirley Amaral, destacou que a secretaria promove uma série de ações ao longo do ano, que tem como objetivo promover a inclusão de pessoas com deficiência em Manaus. “Essa sétima edição do projeto superou todas as nossa expectativas. Pra gente é uma surpresa ver o tamanho que o Jaavas tomou. É uma preocupação da secretaria Educar, quando pensamos no Jaavas o intuito foi incluir as crianças com deficiência física”

Ao longo da mostra aconteceram nove apresentações de forró, country, gospel, xote, quadrilha, dança moderna e ritmos folclóricos, que envolveram em torno de 80 alunos da rede municipal.