Meirelles defende cotas raciais e expansão do FIES

Em visita nesta sexta-feira (14) ao Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), o candidato do MDB ao Planalto, Henrique Meirelles, se disse favorável às cotas raciais para que todos tenham a oportunidade de se qualificar para o mercado de trabalho. O presidenciável ressaltou que é preciso modificar a educação pública em todos os níveis.

“Nós temos que ter a manutenção de cotas, mas sempre tendo uma atenção muito grande no aprendizado. Isso é: o estudante tem o direito a entrar na universidade, inclusive dentro do sistema de cotas. Uma vez na universidade, no entanto, o estudante tem que se comprometer, e os professores também, com a qualidade do aprendizado”.

Durante encontro com estudantes, Meirelles defendeu a expansão do programa de Financiamento Estudantil, o Fies. O ex-ministro afirmou que ainda é preciso definir o melhor critério para que o estudante possa participar do programa.

“Nós temos que aumentar a disponibilização do FIES. O que deve ser alcançado pelo estudante para se qualificar para o FIES? Tem o fator renda, certamente, mas tem o fator também de aprendizagem, qualificação. Então, nós estamos aqui analisando o tipo de média, de pontuação que estão obtendo os estudantes que saem da educação pública”.

O objetivo da proposta, segundo Meirelles, é garantir que o estudante se esforce durante o ensino médio para buscar a qualificação necessária e ter acesso ao programa. O candidato recebeu ainda, das mãos do reitor da universidade, um documento com propostas para o setor educacional.

Reportagem, Clara Sasse

#Eleições2018