Meirelles ironiza Boulos: “Vai criar o ‘Sua Casa, Minha Vida'”

Em entrevista ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, o candidato ao Planalto pelo MDB, Henrique Meirelles, disse nesta terça-feira (11) que o “Brasil quebrado não resolve problema de ninguém”. Segundo o candidato, setores como educação, saúde pública e segurança não apresentam resultados positivos se a economia não estiver apresentando bons resultados.

O ex-ministro respondeu aos jornalistas sobre a importância da taxação de grandes fortunas. Segundo Meirelles, a medida precisa ser tomada e o mais importante, na visão do emedebista, é taxar os dividendos.

“O dividendo é aquilo que a empresa distribui para os acionistas e o importante é que a empresa mantenha o dinheiro em vista e cresça. Quando o país perde a confiança, as pessoas donas da empresas tiram o dinheiro para não investir.”

Em tom mais descontraído no final da entrevista, Meirelles rebateu seu concorrente por ter ironizado sua campanha no último debate entre os presidenciáveis, realizado pela TV Gazeta no domingo.

Guilherme Boulos, do PSOL, havia dito que Meirelles tem “como slogan o ‘Chama o Meirelles”, mas que iria ‘taxar o Meirelles”, em alusão ao imposto de renda sobre grandes fortunas. Em resposta, Meirelles devolveu a indireta com bom humor e garantiu que sempre pagou impostos.

“Acho importante dizer que ele tem um grande problema: essa coisa de pagar imposto. Paguei a vida inteira e tenho orgulho disso. Sempre paguei. Agora, para ele pagar, ele precisa trabalhar. Se não trabalhar, fica difícil. Outra coisa, meu slogan continua esse. Chama o Meirelles para resolver a crise. No caso dele, que invade geral, pode ser o de criar o programa ‘Sua Casa, Minha Vida’”.

O candidato também apresentou propostas para saúde, como o cartão único de saúde que apresenta o histórico da pessoa para o médico desde o nascimento. Citou ainda o investimento nas fronteiras para controlar o tráfego de armas e proporcionar melhores condições para o trabalho dos policiais. Henrique Meirelles foi o segundo sabatinado pelo programa Pânico, da Jovem Pan.

Reportagem, Juliana Gonçalves

Compartilhe