Ministério da Saúde lança campanha contra sarampo e pólio

Fiocruz promove hoje (08), campanha de vacinação contra sarampo e paralisia infantil. Além da vacinação há diversas atividades educativas promovidas pela instituição (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Na próxima segunda-feira (06/08), todas as crianças de um ano até menores de cinco devem ser vacinadas contra a poliomielite e o sarampo. A campanha de vacinação deste ano pretende vacinar todas as crianças dessa faixa etária, por todo o Brasil, o que soma mais de onze milhões de crianças, para manter a proteção contra essas doenças. Para atender essa demanda, estarão disponíveis mais de 28 milhões de doses das vacinas. Para a poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida receberão a vacina injetável. Os menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses dessa vacina, receberão a vacina oral, a famosa gotinha. Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina Tríplice viral, independente da situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias. O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, dá um recado aos responsáveis das crianças.

“Essa responsabilidade, dos pais principalmente, para que se envolvam nessa questão. Na dúvida, por favor, procure um médico, procure uma informação, não se deixe levar por qualquer informação que você receba. A vacina não trará mal nenhum a ninguém da sua família. A vacina é a forma de proteger a nossa população, prevenção é fundamental para evitar as doenças”.

A nova Campanha Nacional de Vacinação foi lançada nessa terça-feira, pelo ministro Gilberto Occhi, e vai até o dia 31 de agosto. O dia D de mobilização nacional acontecerá no sábado, dia 18, quando mais de 36 mil postos de vacinação no país estarão abertos oferecendo as vacinas. A meta é vacinar, pelo menos, 95% das crianças, para diminuir a possibilidade de retorno da pólio e reemergência do sarampo, doenças já eliminadas no Brasil.

Reportagem, Janary Damacena