Ministério Público e outros três órgãos vão ajudar a diretoria do Hemoam a realizar o novo processo eleitoral na Instituição

Amazonas Notícias
Amazonas Notícias

Na manhã desta Quinta-feira, às 9h00, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas, em cumprimento as determinações do Regimento Interno do Órgão, Art. 10, realizou a reunião de diretoria, para nomear os membros do Comitê Eleitoral Administrativo, a fim de conduzir o novo processo eleitoral para eleger o diretor-presidente da Instituição. O evento contou com a participação do Ministério Público-ME, Procuradoria Geral do Estado-PGE, Controladoria Geral do Estado-CGE e SUSAM.

O diretor-presidente do Hemoam, Dr. Nelson Fraiji, fez um breve relato sobre os acontecimentos que anularam o resultado da eleição realizada, em 10 de outubro de 2014, quando foi vitorioso, no pleito, pela maioria dos votos, dos servidores, com 57%. Dr. Nelson informou ao Dr. André Seffair, Dr. Leandro Rozeira, Dr. Rogério de Sá Nogueira e Dr. Rodrigo Otávio, representantes dos órgãos, já citados acima, que só tomou conhecimento da anulação da eleição, passada, no dia 23 de dezembro, após a publicação do despacho governamental, publicado no Diário Oficial do Estado, dia 22, causando uma enorme surpresa a ele e a todos os servidores da Instituição, considerando a lisura com que esse e os outros processos eleitorais foram realizados, nos últimos 25 anos, no Hemoam.

Segundo o presidente, os convidados para essa reunião, são determinados pelo Regimento Interno do Hemoam, Art.10. “…Diretores, Assessores e Chefes de Departamento da Fundação reunir-se-ão e instituirão «ad hoc» um Comitê Eleitoral…”, diz o Regimento Interno. O candidato derrotado no pleito passado se fez presente na reunião, mesmo sem atender as exigências do Regimento, pois o mesmo não tem função de assessoria, diretoria, nem de chefia de departamento, como pede o Regimento, incorrendo assim, no descumprimento do Regimento interno por sua parte.

O diretor-presidente disse as autoridades presentes que o compromisso assumido pelo governador José Melo, de nomear o mais votado, deu novo rumo ao pleito. “Os servidores, eu e os demais diretores acreditamos na palavra do governador, ele é um homem honrado e comprometido com o futuro da saúde do Estado”.

A reunião foi finalizada com a nomeação dos cinco membros, que irão compor o Comitê Eleitoral desse novo pleito e conduzirão o pleito até o dia da eleição.