Ministério Público pede prisão de empresário e tia de adolescente abusada em motel

Após ser preso em flagrante durante um programa sexual com uma menor de idade e depois liberado pela Justiça, o empresário Fabian Neves dos Santos, de 37 anos, pode ser novamente preso. Nesta quinta-feira (9), o Ministério Público do Estado (MPE) entrou com recurso para manter preso o empresário e a tia da jovem, uma mulher de 28 anos, que agenciava os programas.

Eles foram liberados nesta quarta-feira (8), durante Audiência de Custódia no Fórum Henoch Reis. O juiz liberou os dois para responder pelo crime em liberdade e eles passaram a ser monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

O recurso foi interposto pela promotora Francilene Barroso da Silva logo após a Audiência de Custódia. O Ministério Público pede que a decisão do juiz seja revista, visto que houve flagrante e o delito se caracteriza como crime hediondo.

Compartilhe