Moradores denunciam paralisação de obra e demissão em massa de profissionais em Codajás

Professores do município Codajás denunciam a paralisação da obra federal do Colégio Estadual de Tempo Integral (Ceti).

A obra que está sendo construída pela empresa Império. O prefeito de Codajás se referiu à ela como o “câncer” da cidade.

De acordo com uma fonte do Amazonas Notícias, a empresa demitiu injustamente 12 funcionários porque fizeram uma greve fe no dia 14/06/2018. Os profissionais reclamaram da falta de pagamento de 6 meses de salários.

“Os funcionários não recebem salário e mesmo assim são obrigados a trabalhar. Eles sofrem ameaças por parte da empresa”, relatou.

A reportagem tentou contato com a empresa, mas não obteve sucesso até a publicação desta matéria.

Compartilhe